Que as cores têm um potencial incrível ninguém duvida. Elas deixam qualquer ambiente mais vivo e ainda influenciam as emoções humanas. Inclusive, é daí que derivam vários estudos sobre o significado delas e a sua relação com o nosso humor. Você sabe, por exemplo, o que é cromoterapia e como cada tonalidade ajuda a estabelecer o equilíbrio entre corpo e mente?

A cromoterapia é um dos principais estudos que explicam essa relação. Os pesquisadores dessa vertente acreditam que cada cor atua em um chakra do corpo humano, restabelecendo nossas energias e controlando o que está em desequilíbrio nos órgãos, como desconfortos e doenças.

Neste post, explicamos o que é cromoterapia e como as cores influenciam no seu dia a dia. Continue a leitura e surpreenda-se com essa terapia!

Conceito e aplicações

Na ancestralidade, povos como os egípcios, gregos e babilônios já utilizavam as cores para fins medicinais, fazendo da cromoterapia um dos tratamentos mais antigos do mundo. Com o passar dos anos, o conceito foi ganhando novas aplicações, mas manteve sua premissa básica: utilizar a energia delas a favor do bem-estar humano.

Segundo essa terapia alternativa, cada cor carrega uma vibração energética diferente. Assim, conforme vão se propagando no ambiente, harmonizam o espaço com seus efeitos. Os estudiosos da área apontam, ainda, que os resultados não são absorvidos apenas pela visão, podendo também ser percebidos de forma sinestésica, ou seja, por outros sentidos do corpo.

Podemos dizer que a cromoterapia faz parte de um grupo mais amplo, a chamada psicologia das cores, que surgiu ainda no século XVII, principalmente a partir dos estudos do físico Isaac Newton. A partir da experiência do prisma, foi ele quem descobriu que a luz branca era, na verdade, o resultado da soma de todas as cores existentes.

Desde então, surgiram muitos outros estudos científicos sobre a formação das cores, como a descoberta de que cada uma resulta da combinação de tonalidades diferentes: azul + amarelo = verde, azul + vermelho = roxo e por aí vai. Coube à cromoterapia explicar o que cada uma significa e como elas podem influenciar positivamente na nossa saúde e bem-estar.

Cores e significados

Agora que você já sabe o que é cromoterapia, vamos então às particularidades de cada tom e como harmonizá-los melhor no nosso dia a dia.

Amarelo

O amarelo tem a ver com espontaneidade e alegria, sendo também conhecida como a cor da comunicação, criatividade e concentração. Quanto mais vibrante for a nuance, mais inspirador será o ambiente. Por isso, ele é sempre uma boa pedida para a decoração de home offices ou escritórios mais modernos e descontraídos.

A cromoterapia aponta, ainda, que o amarelo estimula o intelecto e ajuda no tratamento de problemas ósseos, podendo também ser utilizado para favorecer a interação de pessoas mais introvertidas.

Azul

Os tons de azul sempre lembram o céu e o oceano, reforçando sensações de relaxamento, harmonia e leveza. Segundo a cromoterapia, as propriedades calmantes do azul são muito indicadas para tratar problemas como insônia e estresse, além de tensões musculares.

Se você está pensando em redecorar os quartos da casa, que tal ir de azul? Dá para utilizá-lo como cor de destaque na parede principal do dormitório ou em subtons nos objetos decorativos — algum móvel, moldura do espelho e roupas de cama — brincando com o décor em degradê.

Rosa

Podemos dizer que as nuances do cor-de-rosa se equilibram entre o aconchego dos tons pastéis e a vibração dos avermelhados. Por isso, é sempre uma ótima escolha para harmonizar a decoração com uma pegada mais clássica e que não vá cansar o olhar. Na cromoterapia, os róseos são famosos por trazer afeto e união, ajudando a melhorar relacionamentos pessoais e profissionais.

Vermelho

Não tem segredo: todo mundo sabe que o vermelho significa amor, paixão e energia. Corais e alaranjados também fazem parte dessa paleta, sendo tons perfeitos para compor um ambiente mais estimulante e energético.

Se a ideia é utilizar as nuances de vermelho na decoração, a única dica é tomar cuidado quando dosar a quantidade para não sobrecarregar os ambientes.

Aplicar essa cor nos quartos, por exemplo, talvez não seja recomendado, pois pode tirar o sono de pessoas que já são mais inquietas. Por outro lado, pode ser uma ótima pedida para uma das paredes da biblioteca ou home office. Além de estimular o foco e a concentração, o vermelho está associado à melhora do sistema cardiovascular e à ativação da circulação sanguínea.

Verde

Assim como os tons azulados, os verdes sempre foram associados às coisas da natureza, tendo o poder de trazer naturalidade e calmaria para os ambientes. Não por acaso, o ele é a cor mais utilizada na decoração natural, combinando perfeitamente com elementos como pedra e madeira.

Segundo a cromoterapia, todas as tonalidades de verde são calmantes e têm a capacidade de melhorar qualquer sensação negativa no corpo ou mente humana. Ele também carrega propriedades refrescantes e tem a ver com nossa imunidade, sendo um tom indicado para combater infecções.

Violeta

Os tons de roxo são naturalmente intensos e estimulantes, até mesmo em suas nuances mais claras, como o lilás. É por isso que são muito associados à limpeza de más vibrações e sensações negativas. Além disso, é uma das cores preferidas quando se fala em estilo e originalidade. Sendo assim, você pode abusar do tom nos detalhes decorativos da casa, como quadros, arranjos, mantas e almofadas.

Branco

Como vimos, o branco é a união de todas as cores. Poderosíssima, ele transmite principalmente amplitude, leveza e minimalismo, sem falar que está diretamente associada à paz e calmaria. Adeptos de qualquer estilo de decoração podem utilizá-lo sem medo de errar, pontuando outros tons de sua preferência para não correr o risco de deixar os ambientes monótonos e sem vida.

Preto

O preto, por sua vez, significa a ausência de cor. Na cromoterapia ele tem o poder de isolar e repelir sensações negativas, sendo muito recomendado para afastar o medo, controlar situações traumáticas e combater a insônia. Embora seja pouco utilizado no design de interiores, é capaz de criar ambientes muito luxuosos e sofisticados, desde que aplicado com equilíbrio.

Utilizar e saber o que é cromoterapia pode te ajudar bastante! É só pensar bem nas sensações que você quer estimular na sua casa e planejar o décor. Esse é o primeiro passo para fazer uma decoração cativante, harmoniosa e, claro, que tenha tudo a ver com a sua personalidade.

Agora que você sabe o que é cromoterapia, aproveite e veja nosso guia com 7 dicas para acertar na combinação de cores na decoração!