Para muitas pessoas, a iluminação de um ambiente é apenas um elemento coadjuvante, que passa despercebido, e, assim, há quem não note o potencial enorme que esse item nos oferece. Uma boa iluminação influencia diretamente no bem-estar das pessoas e no conforto visual da casa, criando ambientes aconchegantes e funcionais.

No entanto, para conseguir se beneficiar desses efeitos, é preciso considerar alguns detalhes funcionais que um bom projeto de iluminação contém. Quer saber quais são eles? Então, continue lendo este artigo e confira!

Qual a importância de um projeto de iluminação?

A iluminação tem a capacidade de valorizar o ambiente, deixando-o mais aconchegante e alegre. No entanto, um local mal iluminado pode comprometer a decoração, a funcionalidade e a praticidade de cada cômodo, tornando-o frio, escuro e sem charme.

Por isso, um bom projeto de iluminação é muito mais do que fornecer a luz para o ambiente. Ele associa a iluminação funcional e decorativa considerando alguns itens fundamentais, como o tipo e a utilidade do ambiente, as cores dos pisos e paredes e os tipos de luminárias.

Juntando todos esses elementos, é possível conseguir a iluminação desejada, agregar conforto e proporcionar um ambiente agradável para as pessoas.

Como a iluminação influencia na decoração?

Um projeto de iluminação bem-feito faz muita diferença na decoração. Ele ajuda a proporcionar um conforto visual admirável sobre os objetos e elementos da casa, destacando fotografias, quadros, cores, móveis, formas e texturas.

Por isso, é importante trabalhar o projeto de iluminação junto com a decoração para que, no final, o resultado seja harmônico.

Qual o melhor momento para fazer mudanças na iluminação?

Quando se pretende reformar uma casa, o resultado no projeto de iluminação se torna ainda melhor. Afinal, você terá tempo para planejar as alterações elétricas junto a um profissional qualificado. Também poderá considerar a substituição de algumas lâmpadas e luminárias por outras mais econômicas e com maior eficiência, como as de LED.

Essas mudanças na iluminação vão proporcionar melhores efeitos luminotécnicos aos cômodos, garantindo a distribuição correta de luz nos ambientes.

Como a iluminação propicia funcionalidade aos ambientes?

Cada ambiente é único e exerce funcionalidades diferentes. Por isso, deve-se atentar para a iluminação de cada um deles. Se o cômodo é mais amplo e precisa ser claro, como a cozinha, por exemplo, recomenda-se que o espaço seja iluminado de maneira uniforme, com uma lâmpada centralizada instalada no teto, com tonalidade da luz branca fria.

Por outro lado, quando o ambiente é menor, como a sala de jantar e os quartos, é indicada a luz branca quente. Esse tipo de iluminação deixa o ambiente mais aconchegante e confortável.

Além disso, a iluminação pode contribuir com outros fatores importantes, como:

1. Harmonia do ambiente

Para um resultado harmonioso, deve-se agregar os diversos tipos de iluminação e combiná-los com a decoração. Podem-se incluir pontos de luz indireta, como os spots, para iluminar um belo papel de parede detrás da cabeceira da cama ou do sofá, proporcionando um clima agradável ao ambiente.

2. Ofuscamento

Acontece quando luz uma intensa bate em algum objeto com superfície espelhada e reflete na direção dos olhos, interferindo na visão e causando desconforto. Assim, é essencial evitar luzes muito intensas próximas de materiais refletivos, como os espelhos.

Por fim, lembre-se sempre de que o projeto de iluminação deve ser bem elaborado e preciso, incluindo as funcionalidades e praticidades de cada ambiente. É assim que ele deixará a sua casa confortável, prática e aconchegante.

E com as dicas de hoje, certamente será possível planejar o projeto de iluminação e adequá-lo às suas necessidades, garantindo mais tranquilidade e bem-estar à sua residência.

Agora que você já conhece o potencial de uma boa luminosidade, que tal aprender como fazer uma iluminação de ambientes impecável?