Se tem um móvel queridinho da família, pode apostar que é o sofá! E escolhê-lo está longe de ser uma missão simples — é preciso analisar diversos critérios e ficar por dentro das tendências para encontrar o melhor modelo para sua casa, 

Devido à diversidade de opções e estilos, com diferentes cores, tecidos e tipos de assento, é natural aquele sentimento de indecisão ao bater o martelo. Assim, para ajudar-lhe a escolher o sofá perfeito e deixar sua sala do jeito que você sempre quis, separamos 6 dicas imperdíveis. Acompanhe!

1. Considere o estilo da sua decoração

Para compor sua decoração, deixar o espaço lindo e desfrutar de um aposento prático, é imprescindível garantir harmonia entre todos os elementos. Sofás são os itens que, justificados pelo tamanho, destacam-se naturalmente no ambiente, por isso é fundamental avaliar o impacto visual das opções.

Se você começará a montar a sala e tem preferência por peças vintage, por exemplo, o sofá deve seguir essa linha, assim como os demais itens. Agora, caso sua sala já esteja pronta e só falte ele, escolher um estilo muito divergente pode comprometer o equilíbrio e a beleza do cômodo. 

2. Escolha o modelo de sofá

Entre os critérios que envolvem a escolha do sofá, estão os diferentes modelos. Você deve considerar a proposta da decoração, o local onde vai instalá-lo e os hábitos das pessoas da casa. Desse modo, conheça as características e funcionalidades de cada tipo. 

Tradicional

São os modelos mais comuns, daqueles de dois e três lugares. Na maioria dos casos, usam-se a combinação de um modelo com três assentos e outro com dois. As variações da estrutura estão na altura dos pés e nos assentos, que podem ser fixos ou soltos. 

Sofá-cama

Ideal para quem recebe visitas com frequência e não tem um quarto de hóspedes ou não tem muito espaço em casa. Você pode instalá-lo na sala de estar ou na sala de televisão. Em termos de confecção, o diferencial do sofá-cama está no conforto, uma vez que é produzido com materiais mais macios, como a espuma. 

Retrátil ou reclinável

São bem confortáveis, caem como uma luva para a sala de TV e também são muito versáteis. Eles podem ser recolhidos para favorecer a circulação pelo ambiente e mantê-lo com aspecto organizado — para o recebimento de visitas, por exemplo.

A possibilidade de recliná-lo favorece bastante o conforto, tornando-o um dos modelos preferidos atualmente.

Inflável

Ótimo para quem não tem muito espaço na sala. Você pode guardá-lo quando não estiver em uso. Como não é uma peça que, necessariamente, faz parte do ambiente, você tem a chance de ousar um pouco mais nas cores e nas estampas. 

No entanto, se você tem crianças ou animais de estimação em casa, o sofá inflável pode ser uma escolha arriscada.

Sofá de canto

São os sofás em formato de “L”, que aproveitam bem o espaço da sala. É uma boa escolha para quem deseja um modelo com mais lugares e tem um ambiente pequeno. Preste bastante atenção ao ponto da sala onde vai deixá-lo, para não atrapalhar a passagem ou mesmo conflitar com a porta. 

Sofá com chaise

Confortáveis e versáteis, os sofás com chaise são os que possuem uma extensão do assento. Você pode usá-lo para esticar as pernas e descansar melhor. Há modelos que vêm com chaise retrátil — assim ocupa menos espaço no dia a dia. Se não for o caso, caem bem como puff e mesa de centro.

Mas atenção: se a sua sala é realmente pequena, é melhor optar por outro tipo de sofá, pois esse modelo demanda mais espaço. 

3. Defina tonalidades e cores 

A cor de um sofá é tão determinante quanto a cor da parede na construção do ambiente, e a dica começa por planejar a harmonia com a decoração.

Cada tom tem um efeito sobre o espaço: as cores frias dão a ideia de mais tranquilidade. Por sua vez, as quentes transmitem a sensação de aconchego. As cores vibrantes dão mais energia ao local e os tons pastel fazem o espaço parecer maior. 

O equilíbrio entre os tons é a opção mais segura para não errar. O lugar já tem muitos objetos, quadros e paredes em cores fortes? Prefira as cores mais claras e mais frias. Sua decoração está mais leve, mais clean? Talvez seja a hora de apostar nas cores fortes, vibrantes ou até mesmo em uma estampa para seu sofá. 

Por último, mas não menos importante, lembre-se do artifício almofadas! É um objeto decorativo que casa muito bem com o móvel. E ainda adiciona praticidade à composição, afinal, é muito mais simples trocar a cor das almofadas em contraponto a escolher o sofá novamente. 

4.Escolha bem o tecido

Quando temos crianças e animais em casa, o que devemos levar em conta é a praticidade. Visto que, certamente, a limpeza do sofá acontecerá com mais frequência, os tecidos impermeáveis são curingas. Mas, se a sua situação é outra, o céu é o limite! 

Os tecidos para sofá são os mais diversos e podem deixar a sua sala ainda mais sofisticada. Os mais conhecidos são: 

  • Sintético: fácil de limpar e não acumula poeira;
  • Chenille: é macio e confortável, porém, difícil de limpar;
  • Suede: é ainda mais macio que o chenille e mais prático para limpar. Está em alta; 
  • Jacquard: aquele que traz as estampas já em sua própria confecção. Os desenhos ficam em alto-relevo e parecem bordados; 
  • Veludo: é confortável e dá um ar de elegância e sofisticação ao ambiente. É mais difícil de lavar. 
  • Corino: é um tecido considerado mais ecológico e substitui bem o couro. Fácil de limpar, está em alta entre os consumidores. 

5. Analise o tipo de estofamento

O tipo de confecção também determina o estilo do sofá. Para dar um tom retrô e requintado ao móvel, os estofamentos em botonê e capitonê são as melhores pedidas. Essas técnicas utilizam materiais que se prendem ao estofado formando figuras geométricas.

E qual a diferença entre eles? O capitonê é feito com cordões e o “desenho” depende da distância entre os pontos onde ele será fixado. Já o botonê é feito com botões que são presos de forma profunda no acolchoado. As figuras são definidas conforme a disposição dos botões. 

6. Meça seu espaço antes de escolher o sofá

Muita atenção a esse aspecto. Ter as medidas exatas do tamanho da sala e do local onde você quer colocar o móvel é fundamental. Imagina se apaixonar por um modelo que não cabe no espaço de que você dispõe? Ou, então, escolher um sofá não desmontável e que não passa na porta? Seria, no mínimo, frustrante.

Comprar um sofá antes de certificar se o espaço comporta a peça é bastante arriscado. O recomendado é medir tudo com cuidado, para evitar dor de cabeça. 

E se você colocará poltronas na sala, considere também um espaço confortável entre elas e o sofá para facilitar a circulação das pessoas.

Outra dica interessante é verificar a disponibilidade de espaço para mudá-lo de lugar, caso você goste de dar uma variada na posição dos móveis. 

Decorar a casa e deixar seu cantinho do seu jeito é sempre prazeroso. E pode também ser mais prático. Escolher o sofá é parte importante da montagem da decoração e da oferta de conforto para você, sua família e as visitas. 

Então, aproveite bem as dicas e escolha um sofá lindo e de boa qualidade. Para continuar acompanhando nossos conteúdos e ficar por dentro das novidades, assine agora mesmo nossa newsletter.