Quando o assunto é escolher persiana, três aspectos falam mais alto: conforto, praticidade e estilo. Até porque não basta a peça ser bonita, é importantíssimo que ela seja também funcional, oferecendo proteção térmica contra os raios solares e controlando a incidência de luz nos ambientes.  

Isso vale tanto para cortinas quanto para persianas. Porém, no quesito praticidade, a persiana é a campeã de escolha, sobretudo se considerarmos que não é preciso removê-la na hora de limpar — isso sem falar na versatilidade das peças, com opções para todos os gostos e que combinam tranquilamente com qualquer tipo de décor.

Neste post, listamos os principais modelos de persianas e os aspectos você precisa considerar na hora de escolhê-las. Assim, vai ficar ainda mais fácil acertar em cheio! Acompanhe!

Quais são os principais modelos?

Persiana convencional

As persianas convencionais, disponíveis em versão horizontal ou vertical, têm lugar cativo em qualquer projeto de interiores que priorize a funcionalidade das instalações. Fáceis de acionar e de limpar — já que não precisam ser retiradas —, representam o que há de mais prático em termos de conforto térmico, controlando a entrada de luz sem correr o risco de o ambiente ficar escuro demais.

As versões mais comuns são fabricadas em alumínio ou PVC, com lâminas ideais para garantir conforto térmico e privacidade em doses exatas. É por isso que as persianas convencionais são recomendadas para qualquer cômodo da casa, especialmente para os quartos, que são áreas íntimas, e escritórios, por serem locais de trabalho.

Persiana rolo

As persianas do tipo rolo já se tornaram verdadeiras tendências do design de interiores, pois oferecem doses extras de praticidade para o usuário. Isso se deve ao mecanismo de abertura da peça, que é bem diferente dos modelos convencionais. Ao contrário destes, a persiana rolo se abre de baixo para cima, de modo que o tecido vai se enrolando até chegar ao topo da estrutura.

Esse mecanismo permite regular a peça na altura de sua preferência, conforme a intensidade da luz no local. Você pode, por exemplo, colocar a persiana à meia altura em determinado horário do dia, para garantir mais luminosidade sem perder a proteção térmica. Tudo isso graças à tela solar da persiana rolo, que permite uma cobertura eficiente e suave, sem roubar o charme da paisagem. Que tal?

Persiana blackout

Foi-se o tempo em que os modelos de persiana do tipo blackout eram indicados apenas para dormitórios. Quando se trata de projetos de interiores modernos e contemporâneos, as persianas com esse tipo de acabamento são recomendadas para qualquer ambiente que demande mais privacidade e aconchego, como os escritórios.

As salas de TV ou home cinema também ficam muito mais acolhedoras e funcionais com o uso das persianas blackout. Nesse caso, apenas tome cuidado para não instalar o blackout em todas as janelas do cômodo, pois poderia sobrecarregar o local. Para não correr esse risco, outra dica é sobrepor o blackout a uma peça mais clara, equilibrando o conforto visual no ambiente.

Persiana dupla

Na verdade, os modelos de persiana dupla, também conhecidos como double vision (ou visão dupla) são variações das persianas rolo. A principal diferença está no mecanismo de abertura da peça: por ser fabricada com duas telas de tecido, a persiana dupla permite a abertura também em forma de listras horizontais, garantindo entrada satisfatória de luz sem a necessidade de abri-la por completo.

O que considerar para escolher persiana?

Conforto visual e térmico

Sem a menor dúvida, o conforto visual e térmico é o quesito mais importante quando falamos em escolher persiana para a casa. Afinal, sabemos que ambientes muito escuros ou com incidência direta do sol são extremamente desconfortáveis, não é mesmo? Por isso, na hora de escolher a persiana ideal, priorize esses aspectos.

Leia a etiqueta das peças e dê preferência aos tecidos que oferecem melhor absorção de luz, pois isso significa maior proteção contra a incidência dos raios UVA e UVB, nocivos à nossa saúde. Existem, ainda, os tecidos acústicos, que são um diferencial a mais para quem deseja conforto acústico em cômodos específicos.

Ainda sobre a questão térmica, é importante ressaltar que as persianas podem contribuir, inclusive, para a redução dos custos com energia elétrica na sua casa: com a luz solar devidamente controlada, dá para pegar mais leve no uso de lâmpadas e aparelhos de ar condicionado, por exemplo. Ou seja, o custo-benefício de adquirir uma persiana de qualidade é garantido. Pense nisso!

Estilo de decoração da casa

O material, o modelo e a cor da persiana escolhida vão depender, basicamente, do seu próprio gosto e do estilo de décor da sua casa. Se você ainda está em dúvida sobre como equilibrar esses quesitos, uma ótima dica é apostar na persiana branca convencional, pois esse é um modelo neutro que, com certeza, combinará com o restante da decoração — sem falar que as persianas brancas favorecem a sensação de amplitude no cômodo.

Mas se você quiser fugir do conceito de décor totalmente clean e minimalista, existe a possibilidade de escolher uma persiana dupla com fundo branco e sobreposição colorida, garantindo mais estilo para o design sem pesar o ambiente com o excesso de informações. Mas atenção: lembre-se de que a cor escolhida precisa dialogar com os tons predominantes nos demais elementos decorativos.

Mecanismo de acionamento

Em se tratando de persianas — mesmo com todas as suas vantagens —, ainda há quem fique com o pé atrás por conta da manutenção do item. Mas, com a tendência da automação residencial, esse problema ficou no passado. Instalando uma persiana de acionamento automático, você nunca mais terá que se preocupar com aqueles eventuais defeitos típicos do processo de abertura manual da peça. É ou não é praticidade pura?

Pronto! Agora que você já sabe escolher persiana conforme o modelo e a funcionalidade do item, é só soltar a criatividade e ir em busca daquela opção que tem tudo a ver com o décor da sua casa.

Se gostou do post, compartilhe o conteúdo com seus amigos das redes e ajude mais gente a acertar na escolha!