Se você pensa que um organizador de parede só serve para dependurar bolsas e casacos no hall de entrada, está enganado! Com design cada vez mais arrojado e acabamentos de primeira qualidade, essas peças vêm ganhando lugar cativo também nos demais cantos da casa.

Além de práticos e funcionais, os organizadores têm ainda o poder de compor a decoração, valorizando pontos estratégicos em cada ambiente. Para garantir esse efeito, acompanhe o post com quatro dicas infalíveis de como utilizar seu organizador de parede!

Veja 4 dicas de como escolher seu organizador de parede

1. Pense e repense a melhor posição 

Nada como colocar fim na bagunça e, ao mesmo tempo, ter tudo à mão sempre que precisar, não é mesmo? É justamente esse o resultado que você obtém posicionando os organizadores em paredes estratégicas da casa, sobretudo naqueles locais onde você costuma deixar os pertences indispensáveis ao dia a dia: chaves, carteira, bolsa, óculos, entre outros.

Concordamos que o hall de entrada é mesmo um ponto certeiro, mas procure explorar também aqueles cantinhos vazios em que nada parece se encaixar no décor, como o vão do corredor ou aquele espaço amplo embaixo da escada. Você pode instalar ali um organizador do tipo revisteiro, exibindo suas edições favoritas de livros e revistas. Que tal?

2. Mantenha os olhos na balança

Calma, não é outra indicação de dieta. O assunto aqui são os materiais de acabamento!
Com tantas opções de organizador de parede no mercado, é normal ficar indeciso quanto a qual modelo escolher. Mas uma coisa é certa: é preciso comprar organizadores com
acabamentos de qualidade. Caso contrário, o material pode interferir na instalação da peça, comprometendo, inclusive, a pintura da parede.

Nesse sentido, escolher um organizador com encaixe por ventosas facilita a instalação, pois não precisaria furar a parede. Por outro lado, vale lembrar que esses modelos não suportam itens muito pesados. Uma boa dica é utilizá-los para abrigar itens menores em banheiros, como toucas e buchas, e, na cozinha, para dependurar panos de prato.

Mesmo que você pense em posicionar o organizador sobre alguma bancada, sem dependurar, a qualidade do material também precisa sobressair. Modelos metálicos e amadeirados, por exemplo, saem na frente por serem mais duradouros. Os de plástico, por sua vez, apesar de leves e práticos, são pouco resistentes. Portanto, antes de escolher, pense na sua necessidade e nos objetos que você pretende organizar.

3. Se combinar certinho, todo mundo ganha

Não dá para sair comprando vários modelos de organizadores sem critério algum, hein? É preciso assegurar o mínimo de harmonia entre a peça e a decoração do ambiente. Então, mesmo que você prefira utilizá-la dentro das gavetas do que dependurada na parede, cuide para que os materiais e as cores dialoguem entre si.

Para não errar na combinação, é simples. Basta pensar no estilo de décor que predomina no cômodo: moderno, minimalista, arrojado, rústico… Inclusive, um organizador de parede em madeira maciça é perfeito para decorações rústicas, principalmente se for para organizar objetos nas áreas externas da casa, como os utensílios na bancada da varanda gourmet.

4. Optar por organizadores é observar o objeto 

Utensílios de cozinha, itens do banheiro, roupas, bolsas, chaves… Enfim, existe uma infinidade de coisas que você pode guardar com o auxílio de um organizador de parede. A principal vantagem, sem dúvida, é se livrar da bagunça espalhada pela casa. Mas a questão estética não fica para trás: escolhendo organizadores com design característico, é possível dar aquele up na decoração do ambiente e deixar tudo mais estiloso.

Apenas tome cuidado com o tipo de objeto que você pretende organizar, pois isso vai interferir diretamente no modelo, no material e no peso do organizador, sobretudo se for dependurá-lo furando a parede. Para chaves e bolsas, por exemplo, um modelo mais descolado e de estrutura leve é perfeito para compor seu hall de entrada. Já para roupas numerosas e casacos pesados, vale a pena investir em um modelo mais firme e de design minimalista, para não sobrecarregar o ambiente com o excesso de informações.

Conheça as funcionalidades do organizador de parede

Sim, dependurar o organizador na parede é a forma mais tradicional de utilizá-lo. Até porque, dessa maneira, fica ainda mais fácil deixar seus pertences sempre ao alcance das mãos. Porém, se a ideia é apostar em um décor mais clean, o mais recomendado é utilizar os organizadores sobre as bancadas ou dentro dos armários, facilitando a setorização dos objetos e “escondendo” aquela baguncinha típica do dia a dia.

Abaixo, você confere as principais funcionalidades de um organizador.

Categorizar os pertences nas bancadas

Concordamos que guardar todos os pertences em um único organizador é muito mais rápido e fácil. Mas, na hora de procurar o que precisa, pode ter certeza de que não terá essa facilidade toda. Por isso, é muito mais inteligente investir em vários organizadores para categorizar os pertences do que misturar tudo em um só.

Separando cosméticos, bijuterias, acessórios, maquiagens etc., você saberá exatamente onde encontrar o que está procurando. Isso poupa seu tempo e esforço. Sem falar que, desse jeito, os seus pertences ficarão muito mais apresentáveis sobre as bancadas!

Proteger os sapatos no guarda-roupa

Tem coisa mais chata do que precisar daquele sapato específico e não encontrar o par em meio a tanta bagunça? Pois é. Além de otimizar sua procura, ter um organizador dentro da sapateira ajuda a conservar o estado dos seus sapatos, livrando-os da poeira, da sujeira e da terrível umidade que causa mofo e bolor.

Separar roupas íntimas nas gavetas

Meias, calcinhas, cuecas, sutiãs… Sua gaveta de roupas íntimas pode ficar muito mais prática a apresentável com o auxílio de um organizador. Nesses casos, os modelos mais indicados são aqueles de divisórias, pois facilitam a separação das peças sem comprometer o espaçamento da gaveta. É o fim da bagunça e do bojo amassado!

Organizar os alimentos na despensa

A cozinha é outro lugar clássico quando falamos em organizadores. Para aqueles utensílios do dia a dia — facas, conchas, abridores, panos de prato etc. — o mais recomendado é utilizar um organizador de parede, dependurando os itens próximo à pia ou ao fogão, de modo que estejam sempre acessíveis.

Já para o interior dos armários, os organizadores em forma de caixas e cestos são mais indicados, pois aproveitam melhor o espaço e ainda categorizam a despensa. Uma ótima dica é posicionar os organizadores conforme a validade dos produtos, para que aqueles com vencimento próximo sejam consumidos mais rapidamente.

Viu só? Um organizador de parede pode ser muito mais funcional do que você imagina, seja instalado nas superfícies, seja no interior de armários ou sobre as bancadas. O segredo é escolher uma peça que harmonize com a sua decoração, além de investir em materiais de qualidade, que não vão estragar a sua parede.

Falando nisso, aproveite para ler também o nosso post sobre como fazer textura em paredes e deixe sua casa ainda mais estilosa!