Pastilhas de vidro bem encaixadas podem atribuir um senso de luxo à decoração. Afinal, sua forma elegante de refletir a luz é uma propriedade peculiar entre os revestimentos existentes… Um verdadeiro charme brilhante!

A incrível durabilidade do material também merece destaque, pois pastilhas de vidro mantêm a aparência e o brilho originais por bastante tempo. Elas também são resistentes às variações de temperatura, minimizando o risco de dilatações que poderiam causar rachaduras ou trincas no acabamento.

Por tudo isso, apresentamos neste post cinco ambientes da casa para aplicar a pastilha de vidro e obter aquele efeito sofisticado que você sempre sonhou. Acompanhe!

Por que investir em pastilhas de vidro?

Antes de falarmos de cada ambiente em si, precisamos explicar porque as pastilhas são tão vantajosas para o acabamento de interiores e áreas externas. A principal vantagem é a versatilidade da composição, já que existem pastilhas dos mais diversos modelos para você encontrar aquele que tem tudo a ver com seu estilo de décor.

Além de embelezarem cômodos muitas vezes subestimados na residência (como a lavanderia) as pastilhas de vidro são também opções mais sustentáveis. Quando comparadas a uma placa de cerâmica com mesmo tamanho, por exemplo, as pastilhas de vidro despendem metade da energia elétrica necessária para sua produção.

Além disso, a durabilidade do material é garantida, desde que seja bem aplicado. Outras vantagens incluem a facilidade de limpeza e a sensação de amplitude nos ambientes. Confira em seguida os detalhes!

Versatilidade

É difícil encontrar um tipo de revestimento tão versátil quanto as pastilhas de vidro. Elas podem ser utilizadas em várias superfícies, sendo mais comum em paredes, bancadas ou tampos de mesa e aparadores. Elas também podem ser usadas no piso, só que os cuidados de manutenção deverão ser redobrados. Isso porque, apesar de duráveis, elas não suportam tráfego intenso.

Quanto à versatilidade dos tons, dá para usar e abusar de diferentes combinações, misturando tons neutros com cores pontuais, por exemplo. Apenas tome cuidado para não sobrecarregar o ambiente com o efeito multicolorido. O melhor jeito para não é errar é priorizar uma tabela de cores específica, garantindo a identidade e a uniformidade do projeto.

Durabilidade

O maior responsável pela durabilidade das pastilhas de vidro é o fato de não absorverem água, mantendo-se brilhantes e lustrosas por muito mais tempo. Essa propriedade se deve à composição da pastilha, com nível de absorção de umidade medido em 0,05% de água, ou seja, quase nulo.

É por isso que elas são campeãs de uso nos locais úmidos da casa, como banheiros, cozinhas e áreas externas. Pelo mesmo motivo, elas podem ser lavadas à vontade, o que facilita a limpeza doméstica, sem o risco de aparecerem manchas, mofo ou bolor.

Praticidade

Além da praticidade de limpeza, as pastilhas de vidro também saem na frente quanto à praticidade de manutenção. Se instaladas de maneira correta, dificilmente você terá problemas com o acabamento, como rachaduras ou deslocamento das peças.

Mas atenção: quando falamos em instalação correta, queremos dizer que é recomendado contar com mão de obra especializada para realizar o serviço. Assim, a qualidade da aplicação é garantida e você não jogará dinheiro fora.

Amplitude

Essa é uma característica pouco lembrada das pastilhas de vidro, mas que faz uma enorme diferença no design: a sensação de amplitude que elas proporcionam. É tiro e queda: se o cômodo é pequeno e o revestimento é de pastilhas, com certeza ele vai parecer sensorialmente maior, sobretudo se você optar por pastilhas menores.

Já para locais com metragem maior, como áreas externas e interior de piscinas, recomenda-se investir em pastilhas de formatos grandes. Isso contribui para uma proporção mais agradável, conferindo ainda mais harmonia e uniformidade aos ambientes.

Como escolher pastilhas para cada ambiente?

cozinha pastilha vidro

Cozinha com pastilhas de vidro em faixa horizontal, elaborada por Noelle Interiores

Sem dúvida, os banheiros e as cozinhas são os locais preferidos quando se trata de utilizar pastilhas. Isso se deve muito à leveza do acabamento, que é capaz de conferir o nível de sofisticação e requinte exatos para essas áreas, além da sensação de higiene e limpeza. A seguir, veja as cinco principais aplicações em cada cômodo da casa.

1. Pastilhas de vidro na cozinha são delícias clássicas

Na cozinha, a pastilha é queridinha pela sua porosidade mínima. Isso quer dizer que o vidro quase não tem “buraquinhos” em sua superfície, acumulando menos sujeira, gordura e respingos. É ou não é uma ótima pedida para revestir a parede próxima ao fogão ou à pia?

Além disso, por suportarem mudanças de temperatura, elas também podem ser usadas em bancadas. Excelente opção para dar aquele brilho nas áreas gourmet. Uma ótima dica para acertar nas combinações é priorizar os pisos neutros. Assim, você poderá ousar um pouco mais na escolha das pastilhas de vidro, variando cores e tamanhos.

2. Use e abuse das pastilhas de vidro no banheiroPastilhas vidro no banheiro

Banheiros com pastilhas de vidro são sinônimo de praticidade: saiba sempre quando é hora da faxina.

O banheiro é o cômodo que permite maior carga de imaginação quando o assunto é pastilha de vidro: do teto ao chão em uma parede, em uma faixa vertical ou horizontal, dentro do box, ao redor do espelho ou, até mesmo, em todo o aposento!

Se optar pelas multicoloridas, apenas tenha cuidado para que as cores harmonizem com o restante da decoração, principalmente com as louças (cubas e vasos sanitários). Dessa forma, as pastilhas valorizarão ainda mais seu cômodo, dando destaque para a área de sua preferência.

Inclusive, esta é a principal tendência para o uso de pastilhas em banheiros: escolher áreas pontuais e, então, aplicar o revestimento. Para quem é adepto de um décor mais clean e minimalista, o resultado é garantido. Basta escolher o local que deseja valorizar — bancada, box ou moldura do espelho — e pronto!

3. Pastilhas ao seu serviço na lavanderia

pastilhas de vidro na lavanderia

A resistência do material torna-o indicado para revestir áreas expostas à ação de produtos químicos.

A lavanderia também pode brilhar! Esse brilho é um recurso valioso para a logística da área, já que pastilhas de vidro são extremamente resistentes à ação de produtos químicos. Isso significa o fim da preocupação com respingos de sabão em pó e outros materiais de limpeza pesada nos revestimentos.

Uma dica é revestir a parede atrás do tanque e da máquina de lavar roupas, justamente por se tratarem de locais que recebem espirros de sabão, detergente, alvejante e outros produtos de limpeza.

4. Pastilhas na área externa com beleza extrema

area exterior pastilhas de vidro

Pastilhas de alto contraste trazem charme à área externa projetada por DDB Design – Foto: Urban Angles

O uso da pastilha de vidro dá destaque para fachadas e paredes externas. Porém, é preciso redobrar a atenção para utilizá-la nessas áreas, pois demandam cuidados extras, como o uso de argamassa específica no momento da instalação.

Para projetos externos, é recomendável que as placas tenham formatos maiores. Isso porque as padronagens pequeninas criam sensação de amplitude, correndo o risco de alongar demais o visual da área. O uso de pastilhas de vidro no chão da área externa, por sua vez, deve ser bem estudado.

Não há impedimento caso você queira utilizá-las no piso, até porque elas são resistentes à corrosão e dilatação. Mas é preciso saber que elas estarão mais suscetíveis a danos ocasionados pelo tráfego intenso na área. Uma simples queda de um material pesado sobre o chão, por exemplo, poderia trincar um piso de pastilhas. Então, talvez seja melhor concentrá-las em paredes, bancadas e outros detalhes de acabamento.

5. Piscinas e pastilhas parecem um par perfeito

Piscina pastilha de vidro

Pastilhas de vidro na piscina são mergulhos no mundo da decoração.

Beleza, resistência e versatilidade. Pastilhas de vidro podem revestir piscinas e oferecer experiências únicas para quem gosta de um mergulho, aliando beleza e durabilidade para sua piscina. Além disso, a possibilidade de aplicação em superfícies curvas aumenta sua polivalência, garantindo um acabamento perfeito.

Para evitar qualquer risco de acidentes, a melhor opção de acabamento é a pastilha com cantos boleados — aquele modelo com lados arredondados. Se você optar pelas pastilhas de canto reto significa que o rejunte deverá ser dobrado.

Revestir a piscina com pastilhas de vidro também é muito interessante do ponto de vista prático, já que a cor das pastilhas é capaz de influenciar na temperatura da água: quanto mais escuro for o revestimento, maior o reflexo da absorção de calor na área da piscina.

Como aplicar pastilhas de vidro?

Como dissemos, é preciso saber aplicar as pastilhas para garantir todas as funcionalidades desse tipo de acabamento. Uma aplicação mal feita compromete não só o resultado estético do design, mas, também, pode ocasionar problemas mais graves, como infiltrações — sobretudo em piscinas e demais áreas externas.

Então, não hesite em contratar mão de obra especializada para realizar o serviço. Afinal, não adianta economizar com isso e, no futuro, ter prejuízos no melhor estilo “o barato que saiu caro”.

Por outro lado, se você tem habilidade e experiência com esse tipo de serviço, é possível fazê-lo por conta própria. Mas somente nesse caso, hein? Aqui vai o passo a passo da instalação:

  • limpe e nivele bem a superfície em que o revestimento será aplicado;
  • use uma escariadeira de dentes finos para espalhar a argamassa uniformemente;
  • assente as placas de pastilhas com o auxílio de uma desempenadeira de madeira;
  • retire a película protetora após o tempo indicado pelo fabricante da argamassa;
  • faça o acabamento com o restante da argamassa utilizada no assentamento;
  • limpe o revestimento com pano úmido, sem a necessidade de produtos químicos.

Para garantir o melhor resultado, anote também estas dicas:

  • se a superfície de aplicação for úmida, é obrigatório impermeabilizá-la antes de iniciar o assentamento;
  • em superfícies enceradas será necessário aplicar um removedor de cera antes da instalação;
  • a temperatura da superfície no momento da aplicação deverá ser de 10°C a 30°C.

Como fazer a pastilha de vidro durar mais?

Vimos que a durabilidade das pastilhas é algo indiscutível. Se você cuidar direitinho da instalação, com certeza terá um revestimento brilhante e vistoso por muito tempo. Mesmo assim, é válido conhecer alguns cuidados básicos que vão ajudar você a prolongar ainda mais a vida útil das pastilhas de vidro.

O primeiro deles está relacionado com o uso do rejunte correto, já que existem argamassas próprias para a aplicação de pastilhas. Elas são mais aderentes e colantes, de modo que o risco de infiltração seja mínimo. Então, na hora de comprar o rejunte, já sabe: conte com lojas especializadas em reforma e construção para encontrar a argamassa correta.

Na hora da limpeza pós-obra, há quem prefira limpar o acabamento somente com o uso de água e bucha — mas sem ser do lado áspero! Porém, alguns fabricantes recomendam uma solução de ácido muriático diluído em água na proporção de 1:1. Essa mistura não mancha nem tira o brilho do material, e ainda conserva o rejunte limpo. O procedimento requer o uso de máscara e luvas, pois a mistura é agressiva.

Já para a limpeza do dia a dia, é só recorrer à clássica dupla água e detergente neutro. Evite a aplicação de saponáceos, bem como o uso de escovas, pois as cerdas podem provocar riscos no material. Com esses cuidados, vai ser moleza manter o acabamento bem conservado!

Após a leitura, deu para perceber como o uso de pastilhas de vidro é, ao mesmo tempo, versátil e funcional. Por esse motivo, elas valorizam (e muito!) a estética do seu lar. Basta você harmonizar as cores das pastilhas com o restante da decoração e terá um ambiente digno de revista.

Quer mais dicas de como repaginar a casa com praticidade, leveza e requinte? Então, assine nossa newsletter e receba os melhores conteúdos diretamente no seu e-mail!