Muitas pessoas podem até achar que não, mas a iluminação é um recurso indispensável quando o assunto é decoração. Além de seu óbvio papel funcional, quando escolhida da forma certa, ela valoriza móveis e objetos. No caso da iluminação para cozinhas, isso fica ainda mais claro!

Com um projeto de iluminação bem desenvolvido, sua cozinha pode ganhar outra vida! Hoje em dia, ela virou um dos cômodos mais aconchegantes da casa e, com uma boa iluminação, ainda é possível criar vários tipos de efeitos para diferentes ocasiões. Além disso, não adianta nada você ter uma belíssima cozinha planejada se a iluminação não ajudar a valorizá-la.

Para que você consiga planejar a iluminação que combina perfeitamente com a sua cozinha, criamos este guia rápido com 4 dicas simples que podem ajudar. Confira!

1. Foco regulado

Um pecado imperdoável na iluminação para cozinhas é investir em apenas uma única luz no centro do teto! Esse tipo de escolha cria sombras em todo o cômodo e isso pode resultar em cortes e machucados, lavagem malfeita de alimentos e louças quebradas, bem com um ambiente frio e impessoal.

Descubra quais são os pontos que se deseja iluminar e crie diferentes focos sobre eles. Se sua cozinha tem armários suspensos, por exemplo, invista em luzes embutidas na parte de baixo deles para iluminar áreas como pias e bancadas sem perder o chame de vista.

Para quem não pretende investir em muitos pontos de luz, uma ótima opção de iluminação direcionada é o uso de luminárias em trilhos. Dessa forma, é possível ter diferentes lâmpadas apontando para diferentes direções — uma solução moderna, bonita e eficiente.

2. Lâmpada certa

Para os pontos de luz globais, dê preferência às lâmpadas fluorescentes compactas ou tubulares. Elas têm vida útil maior, não necessitam de muita manutenção e não interferem nos outros pontos de luz do ambiente. Para pias e balcões, opte pelas halógenas ou de LED.

As lâmpadas halógenas são ótimas para quem quer uma iluminação clara e brilhante. Como são encontradas em tamanho compacto e têm baixo consumo, são cada vez mais utilizadas em projetos luminotécnicos de cozinhas.

Já as lâmpadas de LED são extremamente duráveis, quase não emitem calor e têm eficiência energética, ou seja, são econômicas. Em comparação as outras, elas contam com um valor de mercado um pouco mais elevado.

3. O charme das luminárias

Alguns modelos de luminárias combinam perfeitamente com a iluminação para cozinhas. É o caso dos spots. Eles abrigam as lâmpadas halógenas em espaços embutidos como armários e forros de gesso, o que cria uma luz indireta e um ambiente mais minimalista.

Funcionais, os trilhos de luz são excelentes para cozinhas integradas. Eles são a melhor escolha para focos direcionados onde não há conexão para muitos pontos elétricos. Com os trilhos dá para iluminar o balcão de refeição, a bancada, os armários e a pia, tudo ao mesmo tempo.

Porém, as luminárias mais charmosas para a cozinha são os pendentes. Eles são ideias para iluminar as superfícies de mesas de jantar, balcões de refeição e ilhas. Ao lançar mão de um pendente, este deve distanciar-se de 80 cm a 90 cm da parte superior da bancada, para que não incomode ou ofusque a vista dos visitantes.

 

4. Decoração e luz natural

Na hora de escolher o projeto luminotécnico de sua cozinha, lembre-se que ele precisa valorizar o layout do ambiente e isso não vai acontecer sem levar em consideração as cores do mobiliário e das paredes. Móveis e paredes escuros vão exigir mais luz.

Uma dica preciosa é saber usar a iluminação natural da sua cozinha. Janelas amplas permitem uma maior claridade no ambiente. Para isso, prefira cortinas de tecidos leves ou persianas com tonalidades claras.

Bônus: dica extra!

Quando o assunto é iluminação para cozinhas, soluções de “DIY”, ou faça você mesmo, dão um charme a mais e personalidade ao ambiente. Luminárias feitas a partir de garrafas de vidro, por exemplo, oferecem um toque pessoal lindíssimo à decoração.

Agora que você já sabe como a iluminação para cozinhas pode valorizar esse ambiente, garantir a elegância e ainda deixá-lo mais funcional, nos conte por meio dos comentários como ela mudou a cara da sua cozinha!