Quem é antenado no ramo da arquitetura e décor, faz questão de incluir o visual da casa no planejamento de ano novo. Afinal, nosso lar merece uma repaginada de tempos em tempos. O Instituto de Cores da Pantone sabe bem disso! Tanto é que já divulgou as tendências de cores na decoração para 2019.

Antes de detalharmos o que vem por aí, vamos resumir a tendência da vez em duas palavras: exuberância e aconchego. A primeira delas traduz a vivacidade das cores quentes, como o vermelho e os alaranjados. A segunda, por sua vez, ressalta a calmaria das cores da natureza, com destaque para o verde e os tons terrosos.

Neste post, detalhamos cada uma das tendências. Escolhido o tom de sua preferência, aí é só usar e abusar das cores em móveis, utensílios e demais peças de décor durante todo o ano! Acompanhe a leitura e inspire-se!

Como são definidas as cores-tendência?

Mesmo quem não é muito familiarizado com o assunto, com certeza, já ouviu falar sobre as “cores da Pantone”. A empresa se popularizou como uma referência mundial em cores, devido ao seu minucioso trabalho relacionado à identidade visual de marcas e ao desenvolvimento dos produtos.

Desde o ano 2000, o Instituto de Cores Pantone é responsável por divulgar anualmente as cores que são a tendência do momento, a partir da análise de aspectos relacionados à psicologia das cores e ao contexto contemporâneo. Para 2019, a Pantone elegeu as duas paletas descritas a seguir.

Paleta Cravings

[metaslider id=”1527″] Traduzida como “desejos”, a paleta Cravings representa tudo aquilo que estimula nossos sentidos, como um delicioso e colorido prato de comida acompanhado de uma exuberante sobremesa. Nesse contexto, sobressaem-se os tons vermelhos, róseos e violetas dos condimentos e especiarias, ressaltando o calor de uma rica experiência sensorial.

Paleta Classico

[metaslider id=”1504″] A paleta Classico, como o próprio nome indica, sugere um ponto de equilíbrio com a Cravings, representando cores mais sóbrias sem perder o destaque. As tonalidades dessa paleta remetem a elementos da natureza, como os verdes e amadeirados, além do azul marinheiro e do negro caviar. A intenção aqui é ressaltar o aconchego da composição, atribuído por tons neutros e atemporais.

Como utilizar as duas paletas de cores na decoração?

Eis a pergunta que não quer calar. Afinal, por se tratar de duas tabelas de cores abrangentes, é comum ficar um pouco receoso quanto ao resultado da combinação. Mas não se preocupe, pois, como essas cores já estão no pódio, será muito mais fácil utilizá-las sem medo de sobrecarregar o décor.

Basicamente, o que você precisa considerar é o estilo da sua decoração. Só depois, comece a usufruir das cores-tendência.

Como as duas paletas da Pantone remetem a sensações muito características — e em certo ponto até contrárias — o aspecto que vai nortear a sua escolha tem a ver com a atmosfera que você quer para o cômodo.

Para os amantes de um design mais contemporâneo e arrojado, sem dúvida a paleta Cravings atenderá melhor. Pela vivacidade dos tons quentes, vai ser moleza compor um ambiente que fale por si.

Uma boa dica é eleger uma cor principal para ser o destaque da decoração, e, em seguida, complementá-la com elementos pontuais nos outros tons da paleta. Assim, uma sala de estar em que o destaque é a mesa de centro vermelha, poderá harmonizar muito bem com arranjos florais em tom violeta e almofadas róseas. Que tal?

Já para os amantes da decoração rústica e natural, a paleta Classico cairá como uma luva! Isso porque a proposta desses tons é justamente remeter aos elementos da natureza, como as plantas e a terra, trazendo mais aconchego para dentro de casa.

Além dos esverdeados e terrosos, o azul escuro (quase beirando o preto) também tem vez, compondo ares mais sóbrios. Do mesmo modo que na paleta anterior, eleja um tom de sua preferência para ser destaque no ambiente e pontue as demais cores na decoração do entorno. O resultado é garantido!

E os tons mais pontuais? Quais são?

Sempre que a Pantone elege as tendências do ano, a paleta ganha mais foco do que a cor em si. Isso acontece porque o conjunto de tons que compõem a paleta nos dá inúmeras possibilidades de ornamentar o décor, o que seria mais difícil caso uma única cor fosse apontada como destaque.

Banheiro da Chango & Co utilizando tonalidade Coral Vívido. Foto de Sarah Elliott

Banheiro da Chango & Co utilizando tonalidade Coral Vívido. Foto de Sarah Elliott

Ainda assim, com base nas duas paletas características de 2019 — a Cravings e a Classico — podemos apontar duas cores que são garantia de sucesso no seu décor: o vermelho terracota e o verde planta. Inclusive, a Pantone acaba de divulgar o vermelho coral, ou “living coral”, como a cor do ano de 2019.

Vermelho coral: a cor do ano

O vermelho, ao mesmo tempo em que é um tom exuberante por si só, ganha aspecto mais sutil quando em nuances mais próximas da natureza, como o coral, que é algo entre o vermelho, o laranja e o rosa. Em 2019, ele ganha nuances no tom terracota, remetendo à cerâmica e ao barro, o que é perfeito para decorações mais campestres. Fazendo o contraponto, o vermelho bordô também ganha espaço, inspirando ambientes mais requintados.

Por outro lado, o vermelho bordô também ganha espaço, inspirando ambientes mais requintados. Por se tratarem de cores quentes, o mais indicado é utilizá-las pontualmente na decoração, como em algum móvel característico, obras de arte ou vasos decorativos. Uma aposta certeira é contrastá-las com revestimentos neutros, como brancos, beges e cinzas.

Verde planta: a cor curinga

Quanto ao verde planta, ele é um tom que nunca sai de moda. Ok, sabemos que os esverdeados não são tão universais quanto as tonalidades neutras, mas, em alguns casos, causam basicamente o mesmo efeito. Isso só é possível graças à suavidade da cor, especialmente os verdes mais claros.

Quarto NOBOHOME verde planta cores 2019

Dormitório NOBOHOME usando o tom verde como chamariz. Fotografia: Arne Grugel

Se você está receoso de abusar do tom, experimente utilizá-lo em um cômodo mais discreto da casa, como nos lavabos ou banheiros. Eleja um ponto de destaque — pastilhas, azulejos ou louças sanitárias — e harmonize as nuances a sua maneira, com uma cor única ou diversos tons em degradê, por exemplo. Fica um charme!

Viu só? Buscar inspiração nas tendências dos especialistas pode ser muito mais fácil do que você imagina. Não precisa ficar preso às regras de cores na decoração. Basta saber quais são os tons do momento e aliá-los ao seu bom gosto e personalidade. Assim, com certeza todos os cômodos da sua casa estarão prontos para receber 2019 com as melhores energias!

Falando em cômodos, que tal começar pela cozinha, que é onde todo mundo se encontra?! Leia este post e aprenda a escolher o revestimento certo para a área!