A construção de uma residência envolve uma série de etapas. Uma delas é a escolha dos tipos de telhas ou telhado que farão a composição o espaço. No entanto, com tantas opções no mercado, o morador pode ter dúvidas. Por isso, o primeiro passo é questionar o profissional que está fazendo o trabalho sobre o estilo que melhor se encaixa na construção.

Sendo assim, vamos ajudá-lo a entender melhor sobre as principais opções do mercado nesse quesito e as especificidades de cada uma delas. Continue a leitura e deixe a sua casa ainda mais bonita!

Cerâmica

As telhas de cerâmica ou de barro são uma das opções mais antigas e podem ser vistas em diversas construções. Entre as suas especificidades estão o isolamento térmico proporcionado às casas que aderem à sua utilização e a diversidade de modelos. No mercado, é possível encontrar desde as coloniais até as francesas.

Outra característica de destaque é que elas podem ser encontradas de maneira natural, sem qualquer revestimento, mas também esmaltadas e vitrificadas, o que lhes confere maior resistência. Geralmente, o tamanho delas varia entre 41 e 48 centímetros, mas isso pode mudar conforme o fabricante.

Concreto

Entre os tipos de telhas mais modernos podemos destacar as fabricadas em concreto. Elas trazem uma série de benefícios para o ambiente em que são colocadas, entre eles o maior conforto térmico e uma gama variada de cores. Além disso, a telha de concreto tem uma durabilidade maior se comparada às outras opções e ajuda na economia de estrutura, já que ela requer menos madeiramento, por exemplo, do que as telhas de cerâmica.

No entanto, elas exigem um maior cuidado, ou seja, será preciso fazer a manutenção dela ao menos uma vez ao ano. O modelo clássico costuma ter dimensão de 42 centímetros por 33.

Termoacústica

A telha termoacústica é uma opção interessante para quem deseja proteger a casa de ruídos externos, mas também manter uma temperatura agradável internamente, já que ela evita troca de calor excessiva entre o ambiente interno e externo. Essas características fazem dela uma opção a ser utilizada especialmente em ambientes de trabalho, como escritórios.

Ela é constituída por duas telhas com um preenchimento entre elas que pode ser de isopor, poliuretano, entre outros. Comumente, a sua largura fica em 1 metro, mais ou menos.

Ecológica

A telha ecológica é a opção para aquelas pessoas que desejam uma construção sustentável. A sua constituição pode ser de diferentes materiais, desde fibra de madeira até fibra de bananeira. O material é reciclado e a ele são adicionados elementos como resina e pigmentos, garantindo maior resistência e acrescendo proteção UV.

Além de leves, elas são fáceis de instalar. Vale lembrar que isso faz com que a necessidade de fixá-las bem seja ainda maior. As medidas comuns a elas são de 2 metros por 95 centímetros.

Amianto

Um dos tipos de telhas mais populares, o amianto — também conhecido como fibrocimento — foi amplamente usado em construções devido ao seu baixo custo. Além da leveza característica, a maleabilidade do material fazia-o bastante difundido na construção civil.

No entanto, estudos comprovaram que a composição química do amianto apresenta potencial cancerígeno. Logo, o governo do Brasil regulamentou e proibiu a utilização da substância asbesto na construção civil desde 2017. 

No mercado ainda existem outros tipos de telhas, mas essas são algumas das principais utilizadas em construções de casas. Vale reforçar, como dissemos no início, que é importante consultar um profissional para que a melhor opção seja escolhida.

Agora que você já sabe mais sobre esse assunto, quer continuar acessando informações sobre casa e construção? Siga nossa página no Facebook!