Pisos, revestimentos, bancadas, pintura, iluminação… É tanta coisa para pensar nas etapas finais da obra que é normal ficarmos em dúvida na hora de fazer as escolhas. No entanto, em meio a tantos produtos e possibilidades, uma coisa é certa: é preciso estar atento aos detalhes de acabamento.

Não adianta escolher o piso mais sofisticado da loja se ele não for assentado de forma correta. Também não vale fazer aquela textura incrível na parede e só depois perceber que respingou tinta por todos os cantos.

Pois é! A perfeição mora nos detalhes. Por isso, preparamos este post para que você entenda a importância dos acabamentos de uma obra e conheça as melhores dicas para valorizá-los. Vamos lá!

Planejamento e valorização da obra

Por mais que você já tenha suas preferências definidas, é preciso planejar-se no momento de finalizar a obra. Não dá para escolher as peças somente pela estética e depois perceber que pecou na praticidade ou no conforto das instalações.

Um bom planejamento ajuda muito nessas horas. Definindo exatamente o estilo de decoração do ambiente e a funcionalidade que você quer para o cômodo, fica bem mais fácil acertar na escolha dos acabamentos.

Pensar na durabilidade dos materiais é outro aspecto fundamental para prolongar a vida útil dos interiores da casa. Além disso, ao aliar estética, funcionalidade e resistência, você favorece não apenas o bem-estar da sua família como também o padrão do imóvel, valorizando o seu patrimônio.

Dicas para não errar nos detalhes de acabamento

Agora que você já sabe da importância de um acabamento bem-feito, vamos aos detalhes que não podem passar batidos. Acompanhe:

Estabeleça corretamente cada etapa

Imóvel levantado, estrutura segura, instalações adequadas. Eis que chega a hora de finalizar os detalhes de acabamento. Para que tudo saia como planejado, as tarefas devem respeitar uma ordem lógica de prosseguimento. Assim, não haverá o risco de um serviço comprometer o outro.

Comece pelos pisos e pelos revestimentos. Depois de finalizado o assentamento, é hora de pensar na instalação do forro, do gesso e das molduras. Se essa for a sua opção, é preciso proteger o piso já assentado, de modo a não colocar a superfície em risco.

Segundo os especialistas, uma boa alternativa é revestir as paredes, iniciar o processo do gesso e, só depois, assentar os pisos do chão. Esquadrias e bancadas vêm logo em seguida.

Já a pintura e a colocação das louças e demais acessórios são as últimas coisas da lista. Caso você instale essas peças em meio às outras atividades, elas poderão ser danificadas por conta de alguns materiais, pelas ferramentas e até pelo tráfego no local do serviço.

Tenha um orçamento definido

Se o planejamento é a principal etapa em qualquer tipo de obra, saiba que o orçamento caminha lado a lado, sustentando a operação. Afinal, não dá para planejar os detalhes de acabamento sem saber ao certo o quanto você tem para gastar. Por isso, antes de ir às compras, coloque tudo na ponta do lápis.

Esse é o melhor exercício para evitar comprar materiais por impulso e, ao mesmo tempo, garantir o melhor custo-benefício. Desse modo, você priorizará a qualidade e a funcionalidade do item e não apenas a estética — que, às vezes, faz com que você compre mais do que necessita.

Defina também o orçamento da mão de obra, sobretudo porque é justamente o padrão do serviço que garantirá o acabamento perfeito, pensado nos mínimos detalhes. Para isso, é imprescindível contar com profissionais capacitados e caprichosos, mesmo que eles cobrem um pouco mais caro.

Tire as medidas exatas

Você assentará o piso? Colocará um balcão? Instalará um armário? Então tire as medidas exatas. Essa regra é básica, mas, ainda assim, não custa lembrar.

É que muitas vezes confiamos no nosso imaginário e vamos às lojas convictos do que estamos procurando. Aí, só na hora de instalação, notamos que as medidas não são compatíveis.

Além do estresse e do prejuízo — pois nem sempre os lojistas podem trocar as peças em questão —, você também desperdiça o seu tempo. Sabe aqueles minutinhos que você achou que perderia tirando a medida das instalações? Pois é! Eles garantirão o andamento da obra e a estabilidade do seu bolso!

Anote os códigos dos produtos

Viu aquela pintura incrível em um catálogo de decoração? Amou a paleta de cores da fachada do vizinho? Ficou encantado com os azulejos na cozinha do seu amigo? Qualquer que seja a situação, uma ótima dica é fotografar o material e ir às lojas para identificar o código do produto.

Isso vale para a escolha de todos os materiais de acabamento. Assim, caso você precise recorrer a um lote novo daquele produto, será muito mais fácil encontrá-lo no padrão exato que você necessita — tamanho, cor, estampa — pois detalhes podem variar muito de um lote para outro do mesmo produto.

Invista mais nos pisos

Se você tivesse que escolher um único detalhe para priorizar no acabamento, sem dúvida alguma esse detalhe seria o piso. Afinal, pisos e revestimentos de má qualidade são as primeiras coisas a dar problema no imóvel. E aí você já sabe: é o famoso “barato que sai caro”, prejuízo na certa.

Priorize sempre o custo-benefício, considerando sobretudo a qualidade, a durabilidade e a segurança das peças. Nessas horas, a necessidade de contar com mão de obra específica é ainda maior. O piso pode ser o melhor do mundo, mas, uma vez mal assentado, o design fica comprometido.

Não se esqueça de que, no caso dos pisos, as boas normas recomendam adquirir um pouco a mais do que o indicado pela metragem. Assim, caso aconteça algum imprevisto — como trincas ou quebras —, você terá como repor.

Nesse caso, nunca confie na sorte. Caso você deixe para a última hora, pode ser que não encontre mais o mesmo modelo escolhido. Você pode até mesmo pedir ao profissional contratado uma estimativa da quantidade de peças reservas. Ele certamente saberá indicar.

Agora sim: pisos devidamente assentados, pintura impecável e peças se encaixando com perfeição no local escolhido. À primeira vista pode até parecer excesso de capricho, mas, com certeza, a diferença na composição final da sua casa estará nesses detalhes de acabamento.

Para manter o padrão do imóvel e a segurança das instalações, conte somente com lojas especializadas no ramo da reforma e construção. Assim, você sempre terá os melhores produtos ao seu dispor!

Gostou do post? Então, aproveite e curta nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades da área!