Procurando um estilo para transformar a sua casa? Que tal escolher a tendência retrô? Ela é uma releitura inspirada em designs que já estiveram em evidência em épocas passadas. Este tipo de decoração é aconchegante e dá destaque a elementos e peças com carinha antiga.

Não se esqueça de que é fundamental pesquisar para definir a década ou o momento com o qual você mais se identifica e, a partir daí, buscar referências para a decoração dos ambientes. Preparamos um guia especial para você saber por onde começar e assim decidir de que forma vai decorar a casa dentro do estilo retrô. Confira!

Aprenda a diferenciar retrô e vintage

Você pode optar por escolher peças realmente antigas para fazerem parte da decoração da sua casa. A esse estilo damos o nome vintage. Muitos confundem vintage com retrô, mas no último estilo as peças não são necessariamente de décadas passadas.

Dá também para misturar o vintage e o retrô com algo mais moderno. Esta mistura é chamada de neo vintage e já está sendo apontada como tendência para o ano de 2018 em algumas áreas como o design de joias, por exemplo.

Traduza a tendência através das cores

A paleta de cores que levam o título de retrô é bastante abrangente. Isto porque cada época carrega consigo uma identidade, que também é revelada não só por meio dos costumes e da moda, mas também através das cores.

O mercado entendeu esta necessidade e algumas marcas de tinta têm tonalidades com a classificação para te ajudar a escolher. Para não errar na combinação também é possível utilizar aplicativos on-line que simulam como a cor ficará na parede da sua casa.

Por exemplo, a psicodelia característica da década de 1960 foi representada por cores alegres e fortes. A década seguinte trouxe os hippies e toda a preocupação com o meio ambiente foi traduzida em tons terrosos.

Já nos anos 1980, as cores vibrantes aparecem com muita atitude, marcando também o início da cultura pop. Você pode viajar no tempo com as cores não só nas paredes, mas também em detalhes, como os acabamentos, e objetos, como cadeiras.

Texturas também marcam época

Através das texturas e estampas marcantes, também é possível traduzir o estilo retrô. Técnicas de texturização como a pátina e padrões geométricos também marcaram época e conferem às paredes da casa um ar aconchegante.

Presentes em objetos como almofadas, cortinas e mantas para cobrir o sofá, o veludo, por exemplo, dá um ar de glamour e aconchego às peças, porém deve ser usado com cuidado, sem exageros para não pesar na decoração.

Não tanto pela textura, mas pela estampa, a chita traz alegria para o ambiente por conta de suas padronagens bastante coloridas, dando também um toque regional à decoração. Atualmente é possível encontrá-la presente em diversos itens para a casa.

O xadrez é um outro clássico retrô, que cai muito bem em ambientes como a cozinha, estampando cortinas, e em detalhes como panos de prato, toalhas e caminhos de mesa.

Fique por dentro dos acabamentos com estilo retrô

Engana-se quem pensa que é complicado dar um estilo retrô aos ambientes da casa. É possível seguir a tendência em casa utilizando técnicas e materiais fáceis de encontrar! Quer ver só?

Tijolinho aparente

A famosa parede com tijolinho aparente deixou a área externa da casa para conferir um ar aconchegante em paredes de cozinhas e salas. Em alguns casos, os profissionais chegam a um resultado bem rústico apenas removendo o acabamento de cimento que reveste o tijolinho.

Se você prefere um resultado mais delicado, porém ainda dentro deste conceito, o ideal é refazer a parede usando novos materiais para criar o efeito.

Cobogó

O modelo de tijolo conhecido como cobogó é perfeito para quem quer aproveitar a luminosidade e a ventilação nos cômodos. Além disso, você pode utilizá-lo também na forma de divisória, sem escurecer ou abafar o ambiente.

Para criar um ambiente com inspiração retrô e materiais modernos, use o cobogó de vidro vazado, ou as folhas esmaltadas, que vêm em diversas cores.

Cimento queimado

Outro recurso bastante encontrado em casas brasileiras é o chão de cimento queimado. Este tipo de acabamento caiu no gosto popular, em grande parte, por conta do baixo custo de produção e manutenção.

A base deste piso é bastante simples, produzida com cimento, areia e água. Porém, a finalização deve ser feita utilizando uma desempenadeira de aço. Por isso, deixe o serviço nas mãos de profissionais de confiança para um resultado satisfatório.

Pastilhas e outros acabamentos

Ainda sobre revestimentos, opções como a pastilha e azulejos com padronagens também conferem um estilo retrô a ambientes como a cozinha. Já o ladrilho hidráulico também pode assumir função de decoração não só em cozinhas e banheiros.

O caráter bastante decorativo destes materiais lhes confere uma variedade de aplicações que não se restringem às áreas molhadas da casa. Que tal aplicar o ladrilho hidráulico na parte frontal dos degraus da escada? A imaginação é o limite!

Algumas peças estão tão presentes em nosso cotidiano que não percebemos que possuem uma pegada retrô. Você sabia que no banheiro, por exemplo, as bacias com caixa acoplada são características do século passado?

Saia em busca de objetos que contem uma história

Decorar a casa buscando referências antigas é mergulhar fundo na história de objetos que vão ornar os ambientes. Isto pode ser bastante divertido e não muito caro quando o assunto é mobiliário. Já deu uma boa olhada na casa dos pais ou parentes mais antigos da família?

Estes locais, às vezes, possuem móveis antigos que estão presentes na família por gerações. Geralmente são mesas de jantar, cristaleiras, aparadores, que podem ganhar um lugar de destaque também na sua sala.

Garimpar em antiquários e brechós, além de ficar de olho em objetos de leilão também são boas opções para encontrar móveis com história para contar. Na dúvida sobre o que procurar? Faça uma pesquisa para buscar inspiração, ou contrate a consultoria de um designer de interiores.  

Agora, que você vai sair por aí pesquisando para escolher os objetos que irão fazer parte da decoração com estilo retrô na sua casa, compartilhe nosso artigo nas suas redes sociais e troque dicas sobre o assunto também com seus amigos!