Apartamento pequeno para uma vida mais tranquila e descomplicada. Essa lógica vem ganhando cada vez mais força no mercado imobiliário, indo muito além da simples preferência pessoal daqueles que moram nesse tipo de imóvel.

Afinal, muita gente que está realizando o sonho da primeira casa própria procura um apê pequeno não só para aliviar no bolso, mas também para dar um respiro à própria mente e viver apenas com o essencial. Flats, kitnets, compactos de luxo… a nomenclatura pouco importa.

Entretanto, a metragem para esse tipo de imóvel é o que chama atenção: variando de 30 a 60 metros quadrados, os apezinhos têm dado uma verdadeira lição de minimalismo e simplicidade por onde se instalam, provando que apartamento pequeno não está relacionado a bagunça ou desconforto.

Mesmo porque, com um pouquinho de criatividade, dedicação e alguns truques certeiros, é possível ampliar seu apartamento pequeno para que ele pareça ter o dobro do tamanho, tudo isso sem abrir mão da funcionalidade das instalações ou do décor que é a cara do dono.

Quer ver? Então confira este post e inspire-se nos cinco truques estratégicos que listamos para você transformar o seu apartamento em um lar ainda mais doce, aconchegante e confortável!

1. Conjugue os ambientes de maneira alternativa

Conheça 5 truques para ampliar o seu apartamento pequeno

A gente sabe que nem todo mundo vê com bons olhos a ideia de cômodos conjugados. No entanto, a integração de ambientes é a principal saída para lidar com a mobilidade e conforto em um apartamento pequeno.

Para não comprometer a privacidade dos cômodos, um bom planejamento é fundamental. Não é porque você comprou um imóvel quarto-sala que, necessariamente, esses dois ambientes precisam estar totalmente integrados. Saiba que é possível fazer essa conjugação de maneira alternativa.

Por exemplo: você já pensou que uma estante planejada pode servir, ao mesmo tempo, como parede divisória entre o dormitório e o living, com função multiuso para os dois locais e, ainda, opção de TV rotativa para não ser preciso instalar um televisor em cada cômodo? Genial, não é?

Outra sugestão para integrar os ambientes de maneira mais funcional e elegante é substituir a parede tradicional por uma meia-parede, com o restante do fechamento feito em vidro transparente. Não tem erro: esse truque é infalível para ganhar alguns metros a mais no efeito visual, dando a sensação de que ambos os espaços — deste ou do outro lado do vidro — são maiores.

Se a ideia for garantir um espaço maior e mais confortável para o convívio social, vale apostar na cozinha americana — o curinga da integração de ambientes — ou mesmo em conjugar sala e varanda, de modo a favorecer também a iluminação natural e a ventilação.

2. Conheça 5 truques para ampliar o seu apartamento pequenoIlumine adequadamente o apartamento pequeno

Iluminar de maneira adequada é um dos grandes trunfos decorativos para fazer qualquer canto da casa parecer maior. No teto, crie recuos para instalar lâmpadas embutidas, apostando em focos de luz indireta. Arandelas instaladas diretamente na parede também ajudam a criar a sensação de um espaço maior. E nem pense em instalar lustres grandes!

É possível se beneficiar dos truques da iluminação até mesmo no banheiro: instale lâmpadas sobre as bancadas e por detrás dos espelhos. Além de ampliar o cômodo, as luzes vão tornar o seu dia a dia mais prático e confortável no lavabo.

E nunca se esqueça de favorecer a entrada da luz natural. Vidros transparentes e cortinas de cores claras são os grandes aliados nesse caso, pois a claridade natural aumenta consideravelmente a sensação de amplitude e leveza no cenário.

3. Use e abuse dos espelhos

Espelho, espelho meu… Existe algum elemento com poder transformador maior que o teu? Ao instalar um espelho por toda a extensão do cômodo, seja do chão ao teto ou de uma parede a outra, você cria um efeito visual capaz de até mesmo duplicar o tamanho real do cômodo.

Para garantir esse efeito é preciso pensar na imagem que o espelho irá refletir. Por isso, dê preferência às áreas amplas, como varandas, corredores ou janelas, até mesmo porque essas áreas tendem a refletir mais luz natural e, como sabemos, luzes e espelhos andam lado a lado na sensação de amplitude.

Sobre o corte das peças, prefira os espelhos retos e sem emendas para privilegiar a ideia de continuidade. Para um design mais arrojado, sem desfavorecer a amplitude, distribua vários espelhos sobre uma mesma parede. Mas lembre-se que, para garantir esse efeito, o tamanho e o formato das peças devem dialogar entre si.

Conheça 5 truques para ampliar o seu apartamento pequeno4. Adote cores neutras

Em apartamentos pequenos, as paredes pedem cores neutras — preferencialmente brancas e pastéis, que são capazes de refletir a iluminação do ambiente — e cortinas padronizadas. Texturas ou mosaicos são dispensáveis, pois abafam o ambiente e reduzem o espaço.

A padronagem, por outro lado, confere leveza e suavidade aos cômodos. Você pode combinar cortinas, almofadas, tapetes e mantas de mesmo tecido e tons de uma mesma paleta, caso não queria deixar tudo de uma cor só.

Outra dica valiosa é, após escolher uma cor clara para as paredes, optar por uma tonalidade abaixo desta para o teto, forjando uma ilusão de ótica onde as superfícies recuam o olhar e criam a sensação de um espaço maior.

O mesmo truque ilusório vale para os papéis de parede: quando suas bordas são aplicadas precisamente onde parede e teto se encontram, dão a ideia de um pé-direito mais alto.

5. Olho no tamanho dos móveis

Móveis mais baixos contribuem para a percepção de um campo visual mais livre e, consequentemente, maior. Atente-se também à funcionalidade do mobiliário: móveis retráteis e do tipo multiuso são peças-chave em apartamentos pequenos, como sofás-cama, camas-baú, aparadores com gaveteiros e eletrodomésticos compactos.

Como em todas as fases de um bom projeto de design de interiores, o planejamento do mobiliário também é fundamental. Portanto, harmonize o tamanho dos móveis de modo a favorecer a circulação no espaço e a leveza do ambiente.

Além disso, para acertar no décor e não abafar os cômodos, mantenha os móveis sempre organizados e sem excesso de informação.
O segredo nesse caso é o seguinte: antes de adquirir algo novo, sempre se pergunte qual a real necessidade desse objeto para a sua casa. Assim, não terá erro!

Viu só? Com esses truques certeiros e uma pitada de criatividade, você transforma qualquer apartamento pequeno em um ambiente maior e mais charmoso, garantindo não só o efeito visual, mas, essencialmente, o conforto e o bem-estar da sua família.

Quer saber mais dicas e tendências de decoração e design? Curta nossa página no Facebook!