As cortinas blackout são as campeãs de escolha quando a intenção é garantir o máximo de conforto térmico e visual nos cômodos. Muito comuns nos dormitórios, esses modelos vêm ganhando lugar de destaque também no décor de salas de TV — para melhor conforto visual — e em escritórios, pois favorecem a privacidade e a concentração para o trabalho.

O segredo para acertar na escolha é saber a quantidade de luz que você quer para o ambiente. Dessa forma, o blackout vai atender às necessidades do cômodo sem deixá-lo desconfortável ou escuro demais. A questão estética também influencia, afinal, além do conforto e da praticidade, queremos uma cortina bonita, não é mesmo?

Neste post, listamos os cinco modelos principais para que você possa escolher a cortina que melhor combina com o seu décor. Vamos lá!

Cortina blackout: modelos e vantagens

As cortinas blackout surgiram com a proposta básica de reduzir a luminosidade em cômodos específicos, principalmente os dormitórios, para que a luz da manhã não atrapalhe o descanso. A partir daí, essa funcionalidade foi estendida para outros cômodos da residência, fazendo desse tipo de cortina um dos itens mais procurados no segmento. Veja as vantagens:

  • controlam a iluminação para maior conforto visual;

  • mantêm uma temperatura agradável nos cômodos;

  • deixam os ambientes mais aconchegantes;

  • apresentam alta durabilidade;

  • têm excelente custo-benefício.

A seguir, conheça os cinco principais modelos de cortinas blackout.

1. Romana

Cortinas romanas são aquelas fabricadas em painel de tecido liso e dobrável, que forma uma espécie de sanfona. Com a adição do blackout, elas são ideais para controlar a temperatura nos cômodos e reduzir o brilho solar excessivo nos quartos e sobre as telas de TV ou equipamentos do home office.

Quanto à estética, combinam muito bem com decorações minimalistas, já que a modelagem é moderna e discreta.

2. Rolô

Cortinas e persianas do tipo rolô diferenciam-se dos modelos convencionais devido ao mecanismo de abertura, que faz com que se abram de baixo para cima, com o tecido enrolando-se até o topo da estrutura. Esse mecanismo permite a regulagem de altura da peça, o que é perfeito para controlar a luminosidade em diferentes períodos do dia.

Nesse modelo, o blackout geralmente é adicionado sobre uma peça mais clara, equilibrando melhor a luminosidade nos cômodos. Por esse motivo, as cortinas rolô são as campeãs em conforto visual e praticidade. Isso sem falar na estética do tecido, que, dependendo do grau de visibilidade, permite controlar a temperatura sem “roubar” a beleza da paisagem do lado de fora.

3. Painel

O modelo de cortina painel é ideal para janelas de vidro e de grandes dimensões, pois o acabamento em camada única intensifica a sensação de amplitude nos cômodos. Além do painel blackout, existem também os painéis translúcidos ou de tela solar.

O mecanismo de abertura é por acionamento deslizante, no qual os painéis intercalados são movimentados por trilhos. O painel blackout combina muito bem com decorações mais arrojadas, estando disponíveis no mercado em uma extensa gama de tecidos, cores e texturas.

4. Celular

As cortinas celulares com blackout são opções recomendadas para quem quer bloquear a incidência da luz solar, garantindo a máxima proteção de móveis ou demais objetos que possam ser danificados com a ação intensa do sol.

São muito utilizadas em ambientes corporativos, como salas de reunião e auditórios. Mas isso não impede que elas sejam funcionais também para sua casa, como no home office ou até mesmo no living, trazendo uma dose extra de proteção para o seu décor.

5. Voil e blackout

Essa combinação de tecido voil e blackout é a queridinha do mercado, já que o modelo equilibra perfeitamente o controle de luminosidade e a estética do décor.

O tecido é, ao mesmo tempo, funcional e sofisticado, compondo ambientes discretos e elegantes. Combinam super bem com decorações mais clássicas e requintadas, além de serem muito fáceis de limpar (podem até ser lavadas na máquina!).

Cortina blackout: materiais e acabamentos

As opções de cortinas blackout mais comuns do mercado é a combinação de tecido e blackout ou, então, as persianas blackout, que, geralmente, são feitas de poliéster e material emborrachado por trás das lâminas.

A maioria dos modelos oferece um bloqueio de luminosidade em torno de 50% a 60%, o que é mais do que suficiente para garantir o conforto térmico e visual em qualquer ambiente da casa. A seguir, conheça os principais acabamentos.

Tecido branco e blackout

Esse é o acabamento campeão de escolha em modelos de tecido e blackout. Como o branco é uma cor neutra, fica fácil de combinar com qualquer estilo de décor e ainda favorece aquela sensação de leveza e amplitude nos cômodos.

Quanto à redução da luminosidade, isso vai depender da espessura do tecido combinado ao blackout, além das propriedades do material. Mas, via de regra, é perfeitamente possível ter um bom controle de luz com uma cortina blackout em tecido branco.

Tecido preto e blackout

No quesito redução de luminosidade, as cortinas blackout com tecido preto têm uma leve vantagem em relação ao tecido branco. Afinal, a cor preta absorve mais calor, refletindo o mínimo possível de luminosidade nos cômodos.

Esses modelos são mais indicados para aqueles ambientes que realmente necessitam de controle intenso da luz, como salas de TV ou home cinema.

Persiana dupla e blackout

Também chamado de double vison (visão dupla), esse modelo é muito utilizado em escritórios, devido à funcionalidade e minimalismo típicos das persianas. Com o acabamento duplo e adição de blackout, é possível fazer um controle muito eficiente de luz sem interferir na estética do ambiente.

Alguns modelos de persiana blackout chegam a bloquear até 99% da passagem de luz, sendo opções perfeitas para ambientes que exigem máximo escurecimento, como salas de projeção.

Por fim, considere escolher cortinas com acionamento automático para favorecer ainda mais a usabilidade da peça. O custo-benefício com certeza compensa!

Com tantos modelos de cortina blackout disponíveis no mercado, não vai ser difícil encontrar aquele que melhor atende às necessidades da sua casa. Tudo isso, é claro, sem abrir mão da beleza e do requinte dos cômodos.

Se você gostou do post, aproveite e assine nossa newsletter para receber novos conteúdos por e-mail!