A furadeira é um dos principais equipamentos em uma caixa de ferramentas completa. Muito útil em pequenas reformas, ela é imprescindível na instalação de armários, prateleiras, quadros, espelhos e tantos outros itens básicos. Apesar da utilidade, muita gente não sabe como usar furadeira do jeito certo.

Saber utilizá-la é essencial para garantir instalações seguras e com o melhor acabamento possível. Neste post, você confere 5 dicas incríveis para iniciantes, além de um passo a passo resumido para fazer os furos de forma correta. Vamos lá!

1. Confira o tipo e a voltagem da furadeira

Apesar de óbvia, essa dica pode passar despercebida para os iniciantes. Antes de tudo, é preciso saber que nem toda furadeira consegue furar superfícies. Isso vai depender do tipo do seu equipamento: se de impacto ou martelete. As furadeiras domésticas de impacto são as mais indicadas para furar paredes.

Confira a voltagem do equipamento para ter certeza de que está ligando em uma rede elétrica compatível. Existem também modelos de furadeira a bateria. Elas são muito vantajosas porque dispensam o uso de extensões para alcançar lugares mais altos ou que não tenham tomadas próximas.

2. Faça as devidas marcações na parede

A primeira coisa antes de começar o serviço é demarcar com um lápis o lugar exato em que será feito o furo. Se for necessário fazer mais de um, cuide para que estejam bem alinhados. Certifique-se também de que o local que você pretende furar não é passagem de encanamento hidráulico ou instalações elétricas.

Outra dica é colocar uma fita crepe na superfície do furo para evitar que a broca escorregue e risque o revestimento. Na pontinha da fita, coloque um saco plástico para abrigar a poeira da instalação. Isso agiliza muito a limpeza do chão no final do serviço!

3. Escolha brocas, buchas e parafusos certos

Broca, bucha e parafuso devem ter tamanhos compatíveis e semelhantes. A escolha do tamanho e do tipo adequado das peças depende do buraco que você pretende fazer e do material da superfície em questão. Basta observar as embalagens com as orientações do fabricante para saber se está comprando os materiais certos.

Para não ficar dúvida, saiba que a broca é aquela peça que encaixamos na furadeira para fazer o furo. Nos reparos domésticos, existem três tipos básicos de brocas, compatíveis com o material da parede. São eles:

  • broca HSS (afiada): superfície de metal;
  • broca de três pontas (fina): superfícies de madeira;
  • broca de vídea (cabeça cega e triangular): superfícies de tijolo, cimento ou alvenaria.

A bucha é aquela peça que vai dentro do furo. Ela é plástica e oca, com uma rosca interna que deve casar certinho com o parafuso que você utilizar. A bucha se expande quando rosqueamos o parafuso dentro dela. Sobre o tamanho das buchas, considere o peso do objeto que será pendurado, como na seguinte relação:

  • bucha de 4 mm: objetos de até 2 kg;
  • bucha de 5 mm: objetos de 2 a 8 kg;
  • bucha de 6 mm: objetos de 8 a 14 kg;
  • bucha de 8 mm: objetos de 14 a 20 kg;
  • bucha de 10 mm: objetos de 20 a 30 kg.

4. Coloque a broca corretamente no aparelho

Quando for colocar a broca, desligue a furadeira da tomada para evitar acidentes domésticos. Para inseri-la, você deve girar o mandril para abrir as garras e, então, encaixar a broca até o fundo. Gire novamente o mandril para prender a broca e, com o auxílio de uma chave de mandril, aperte os furos. Isso vai garantir que a broca fique 100% presa e não caia durante o manuseio.

Agora é só ligar a furadeira. Antes de usar o equipamento, faça um teste para ver se a broca está ok: deite a furadeira sobre uma superfície lisa e confira se a broca está girando perfeitamente, sem vibrações laterais. Se vibrar significa que não está bem presa e que, portanto, você deverá encaixá-la de novo.

5. Segure a furadeira de forma adequada

Segure a furadeira pela empunhadura onde está o gatilho, com a mão direita se você for destro, ou esquerda, se for canhoto. Essa mão é a que vai ativar o aparelho, apertando o gatilho. A outra mão deverá ficar em formato de U para apoiar a frente da base da furadeira. Mas atenção! Tome cuidado para não tampar todas as saídas de ar do equipamento.

Sabe o velho ditado: não é força, é jeito? Pois é. Com a furadeira é a mesma coisa. Nunca force o equipamento contra a parede, pois isso pode danificar o motor e queimar o aparelho. Manter a saída de ar livre também evita o superaquecimento e a queima.

Não se esqueça de utilizar os equipamentos básicos de segurança: óculos, luvas, máscara e protetor de ouvido. Eles são importantíssimos para garantir os cuidados com sua saúde e o melhor desempenho ao utilizar a furadeira. Após fazer o furo, não encoste a mão na ponta da ferramenta porque o equipamento estará quente.

Agora que você já sabe como usar furadeira de forma correta e segura, vamos ao passo a passo básico para agilizar seu serviço.

  • faça a marcação da parede ou superfície que será furada;
  • insira a broca e confira se ela está bem fixada;
  • ajuste a profundidade da bucha com o limitador do aparelho;
  • encaixe a broca na marcação e empunhe a furadeira;
  • comece o serviço no modo não-impacto para perfurar a camada mais fina;
  • mude o botão para o modo de impacto e finalize o furo, sem remover a broca;
  • insira a bucha no furo e coloque o parafuso compatível;
  • pendure o objeto desejado, limpe a poeira e pronto!

Com essas dicas de como usar furadeira vai ser moleza resolver as pendências da casa e colocar tudo em seu devido lugar. Por fim, lembre-se sempre das instruções de manuseio para garantir o melhor acabamento e não comprometer a vida útil da ferramenta.

Você conhece outras dicas de como usar furadeira de um jeito prático e fácil? Então, conte para a gente nos comentários e facilite o trabalho dos seus colegas!