O gesso é um material que, por sua versatilidade, vem sendo muito adotado na decoração. Uma de suas utilizações principais é no teto, com o objetivo de rebaixá-lo.

Embora o uso mais comum seja para fazer o rebaixamento total da cobertura, de forma a embutir a iluminação, é possível utilizá-lo de outras formas, conferindo mais personalidade ao ambiente.

Para saber mais sobre o rebaixo de gesso e como ele pode ser seu aliado na decoração da casa, acompanhe o post de hoje. Temos certeza de que, ao final da leitura, você estará com a empolgação a mil para deixar seu lar ainda mais bonito!

Como utilizar o rebaixo de gesso?

O rebaixamento pode ser realizado em qualquer cômodo da casa, inclusive nos banheiros. Existe o mito de que esses locais, por serem úmidos, não são adequados ao rebaixo de gesso. No entanto, se o procedimento for realizado por um profissional qualificado, você não terá problemas.

Outra lenda que envolve o material é a necessidade de um pé-direito alto. Porém, em qualquer imóvel que atenda às normas brasileiras (2,5m de altura em áreas sociais e 2,3m em banheiros), você poderá ter um teto rebaixado, pois a distância entre o revestimento e o teto deve ser de, no mínimo, 15cm.

Materiais

Quando falamos de gesso para rebaixar tetos, existem algumas possibilidades de materiais a serem utilizados. Confira abaixo a melhor aplicação de cada um deles e tome a decisão mais acertada, juntamente com os profissionais responsáveis.

1. Forro em placas

Sua vantagem é o excelente custo-benefício, pois custa menos que as placas de drywall. Por outro lado, sua instalação é mais trabalhosa e gera bastante sujeira. Além disso, é mais indicado para cômodos não muito grandes.

2. Drywall (gesso acartonado)

O drywall é feito com grandes placas de gesso revestidas por papel acartonado. Tem um custo um pouco mais elevado que o anterior, porém sua instalação é mais fácil e limpa. Ele também é mais resistente, tendo menos chances de ficar amarelado ou trincar com o tempo.

É um material mais versátil, mais indicado para projetos estéticos e cômodos maiores. É também um recurso interessante para ajudar no isolamento acústico e térmico do ambiente.

3. Sancas

As sancas são molduras de gesso, cuja função é unicamente estética. Elas podem ser do tipo aberta, fechada ou invertida.

  • Sanca fechada: É a forma tradicional dessa ornamentação. O rebaixamento ocorre na quina de encontro da parede com o teto e recebe alguns spots de luz direta, complementares ao ponto de luz central. Ideal para ambientes com uma decoração minimalista ou clean.
     
  • Sanca aberta: Além da luz direta — da mesma forma que o tipo anterior —, a sanca aberta possui iluminação indireta no teto. Para conseguir esse efeito, deixa-se uma abertura no acabamento lateral, criando, assim, um ambiente mais acolhedor e intimista
    .
  • Sanca invertida: Para entender esse tipo de sanca, basta imaginar um modelo de sanca fechada invertendo o local do gesso. Todo o teto é rebaixado, porém deixa-se uma distância de 15cm entre o rebaixo e a parede.
    Assim, cria-se o efeito de que ele está flutuando, o grande charme desse modelo. Dessa forma, também possibilita iluminação direta e indireta.

Profissionais indicados

Seja um rebaixamento simples, ou algo mais elaborado, o projeto precisa ser realizado por um arquiteto ou designer de interiores. Esses profissionais são habilitados para avaliar o ambiente e planejar um rebaixo de gesso funcional, seguro e adequado ao que você deseja.

É importante também que você contrate um gesseiro de qualidade. Em se tratando de gesso, ele é o expert na instalação. Ele, juntamente com um dos profissionais anteriores, é quem te orientará sobre os melhores materiais para que tudo saia como você imagina.

Quais são os benefícios?

Quando você pensou em um rebaixo de gesso, estava pensando em como deixar sua decoração mais moderna, seguindo essa forte tendência do mercado, certo? Mas saiba que existem outras vantagens no uso desse material. Veja!

Estética

Como já dissemos, esse material é muito versátil. Por isso, pode ser aplicado de diversas maneiras, causando efeitos interessantíssimos. Confira:

  • ocultar partes da estrutura: se o seu apartamento possui vigas, encanamentos e outras estruturas aparentes, a cobertura de gesso é um ótimo recurso para ocultá-las;

  • embutir a iluminação: um bom projeto de iluminação pode trazer grande sofisticação ao ambiente. Se esse é o seu objetivo, invista nas sancas para embutir a iluminação.

Isolamento acústico e térmico

O rebaixo de gesso é uma ótima maneira de garantir o conforto acústico e térmico do ambiente. Se a instalação do teto for combinada com lã, o isolamento é ainda maior.

Ele proporciona um bom som ambiente, pois barra barulhos externos. Essa propriedade ainda é potencializada quando a instalação é combinada com forros de lã.

Adicione a isso o fato de que ele é também um ótimo isolante térmico. Dessa forma, você evita grandes variações de temperatura influenciadas pelo clima.

Como funciona a manutenção?

O gesso é um produto de fácil manutenção, principalmente quando é finalizado com massa corrida, tinta ou outros tipos de cobertura (como o papel de parede). Para a limpeza, basta utilizar um pano úmido (quase seco) ou aspirador de pó.

Eventualmente, podem aparecer manchas ou trincas no revestimento. Nesse caso, você deve procurar os profissionais responsáveis pela instalação, para que verifiquem o que está gerando esse problema.

Manchas podem ser causadas por vazamentos e devem ser investigadas. Isso é especialmente importante devido à alta capacidade de absorção de umidade do gesso. Infiltrações não resolvidas podem levar o teto a desabar.

Já as rachaduras, podem surgir do processo natural de dilatação e retração térmica, caso juntas de dilatação não tenham sido utilizadas ou o revestimento usado seja muito espesso.

As chances de esses tipos de problema ocorrerem são mínimas se você trabalhar com profissionais gabaritados. Por isso, não abra mão de boas referências e lembre-se de que, nessas horas, o barato pode sair caro.

Conseguiu entender um pouco melhor como funciona um rebaixo de gesso? Temos certeza de que, agora, sua cabeça está cheia de ideias para utilizá-lo em sua casa! Se quiser se atualizar com mais dicas de decoração e tendências e como aplicá-las, assine nossa newsletter e receba tudo diretamente em seu e-mail!