O inverno se aproxima e, com ele, vem o velho dilema: como manter a casa aquecida? Cobertores, tapetes felpudos, cortinas mais densas… Tudo isso ajuda a proteger os ambientes do frio. Afinal, são alternativas funcionais e eficientes.

No entanto, vale lembrar também de algumas medidas que podem ser colocadas em prática já no momento de projetar a residência, como o tipo de piso escolhido e o modelo das janelas. Pensando nisso, reunimos neste post algumas soluções para deixar o seu lar pronto para a estação e para proporcionar conforto, praticidade e elegância ao seu décor.

Acompanhe a leitura e curta o friozinho em grande estilo!

Use e abuse dos tapetes, mantas e almofadas

Na temporada mais fria do ano, sempre vestimos algumas camadas de roupa a mais. Com a nossa casa não poderia ser diferente! Por isso, use e abuse dos tecidos extras para reforçar o conforto térmico no ambiente.

Além de serem grandes aliados da decoração, os tapetes, as mantas e as almofadas são perfeitos para aquecer os cômodos de um jeito prático e econômico. Dê preferência aos tecidos densos, como microfibra, lã e tricô. 

Eles são mais quentes por natureza e, pela textura característica, também conferem uma atmosfera mais invernal  sobretudo se combinados com uma decoração rústica. Afinal, no décor rústico, a madeira é o principal elemento.

Como sabemos, a sensação de acolhimento desse material é indiscutível, já que ele também é um material isolante, com textura agradável ao toque. Portanto, se a sua casa tiver piso amadeirado ou móveis nesse estilo, será ainda mais fácil garantir o efeito.

Os pisos vinílicos e os carpetes também cumprem com maestria essa função. Por outro lado, se os pisos forem frios (como os porcelanatos) esse será mais um motivo para abusar dos tecidos quentes e manter o lar aconchegante!

Renove os estofados e as cortinas

Assim como as peças acima, os estofados e as cortinas também pedem texturas mais acolhedoras no inverno. Então, se você já estava pensando em dar uma repaginada nesses itens, a hora é agora! Aproveite para reformar aquele sofá ou poltrona antiga e valorize o décor e o conforto com um estofado mais quentinho.

Para as cortinas, considere o seguinte: quanto mais fechadas as tramas do tecido, mais a casa ficará protegida do frio que entra pelas janelas. Por isso, cortinas de linho ou sarja são sempre uma boa pedida.

As cores também fazem diferença. Tons escuros e quentes  como os amarronzados e avermelhados — são capazes de dar um up na sensação térmica do ambiente.

Incremente a cabeceira da cama

Sim! Pode até parecer bobagem, mas isso faz diferença nas suas noites de sono. Sabe aquele momento de leitura antes de dormir? Pois é. Ele ficará muito mais relaxante se a cabeceira da cama tiver uma textura mais densa (como a madeira) ou até mesmo se você pendurar alguma manta na superfície.

De novo, os tecidos felpudos saem ganhando. Se eles forem estampados — com padrões geométricos, florais ou xadrez — a sensação de aconchego fica ainda maior! Nessas horas, a iluminação também é fundamental. Afinal, ambientes de descanso pedem lâmpadas quentes.

Isole vidros e janelas

Um bom e velho truque para manter a casa aquecida é fazer um discreto contorno de fitas adesivas nas portas e janelas da casa — isso impede que o calor escape pelas frestas. O famoso plástico bolha também cumpre bem essa função.

Outra medida infalível é abrir as cortinas durante o dia e fechá-las à tardinha, pois, assim, o calor absorvido ao longo dia não se dissipará facilmente ao anoitecer. Como nem todas as casas têm sistema de aquecimento, esses pequenos truques podem funcionar como uma medida emergencial.

No entanto, mesmo para as residências com aquecedores elétricos, o ideal é isolar ao máximo as janelas e demais vidros da casa para não se assustar com a conta de energia elétrica no fim do mês. Uma maneira eficaz de fazer isso é na fase de construção.

Escolhendo esquadrias de PVC e madeira, por exemplo, você certamente não precisará se preocupar com a sensação térmica do ambiente. Afinal, esse material é um excelente isolante térmico, reduzindo as trocas de calor entre as áreas internas e externas do imóvel. O vidro duplo também é um reforço extra, mas o investimento é um pouco maior.

Invista em lareiras

Essa não é a opção mais econômica da lista. No entanto, com toda certeza, o custo-benefício é garantido. Se você sempre sonhou em ter uma lareira em casa, é provável que já a tenha projetado no momento de construir a casa.

Porém, se você só se lembra desse item quando o inverno chega, as lareiras portáteis podem ser sua melhor opção para manter a casa aquecida na temporada mais fria do ano. Esses modelos aliam alta tecnologia e design moderno para decorar (e aquecer, é claro!) qualquer cômodo do seu lar.

Apostar em cores quentes nas paredes é outra forma prática e eficiente de trazer mais vivacidade para o décor e mais calor para dentro de casa. Tons e subtons de vermelhos, laranjas e amarelos são perfeitos para esse caso.

No entanto, atenção: o uso deve ser ponderado. Caso contrário, você poderá sobrecarregar o ambiente e até comprometer a iluminação natural. Para não correr o risco, utilize a cor vibrante em apenas uma das paredes do cômodo, preferencialmente na parede principal.

Quanto às questões estruturais, não devemos nos esquecer de outro detalhe muito importante: a posição da casa em relação à incidência solar. Na hora de comprar ou construir um imóvel, esse quesito deve ser priorizado.

Via de regra, os engenheiros responsáveis pelas obras sempre fazem os projetos pensando na orientação que recebe mais calor no inverno e menos no verão. Assim, o conforto térmico da residência será garantido o ano inteiro.

Viu só? Com essas dicas, ter um lar confortável e acolhedor ficou muito mais fácil do que você pensava. Além disso, o design de interiores também sairá ganhando em funcionalidade e elegância.

Agora que você já sabe como manter a casa aquecida nos dias frios, aproveite e compartilhe este post nas suas redes sociais para que seus amigos possam aproveitar a temporada em grande estilo!