Uma piscina bem cuidada e com água clarinha é um verdadeiro convite para curtir o verão em grande estilo! Mas como conseguir esse efeito de forma segura e sem muito esforço? É bem simples: basta incluir a limpeza de piscina em seu cronograma de cuidados com a área de lazer externa.

Cuidar dos filtros, aspirar o fundo, limpar o entorno… Tudo isso faz parte do pacote de tarefas para manter o revestimento em dia e garantir a melhor qualidade possível da água. Neste post, você confere seis dicas práticas para realizar os cuidados e preparar a área para o verão. Acompanhe!

1. Limpe os filtros

Quando falamos em limpeza de piscina, a primeira coisa que vem à cabeça são os filtros, que devem ser limpos constantemente para retirar a sujeira acumulada ao longo do uso. Esses dispositivos são o skimmer (popularmente conhecido como coadeira) e o pré-filtro da motobomba da piscina.

O skimmer é aquela peça que fica na lateral das piscinas colhendo as eventuais sujeiras que caem na superfície. Por isso é preciso esvaziá-lo de vez em quando, o que pode ser feito de forma manual. Já a limpeza do pré-filtro é um pouco mais complexa: deve-se desligar previamente o sistema de filtração e fechar os registros antes de abrir o compartimento para limpá-lo.

2. Faça a peneiração

A peneiração nada mais é do que a limpeza de toda a superfície da água. Essa tarefa pode ser realizada diariamente e é feita com o auxílio de um cabo telescópico equipado com uma peneira do tipo “cata-folhas”, que serve para você retirar quaisquer impurezas que tenham caído sobre a água.

O equipamento é especialmente útil se a sua piscina foi construída em ambiente circundado por árvores — nesses casos é muito mais comum a presença de folhas, galhos e insetos boiando na superfície ou depositados sobre o piso da área.

3. Escove o revestimento

A escovação é um procedimento regular de manutenção e limpeza de piscina. Como o próprio nome indica, trata-se de escovar todo o revestimento do item, desde as paredes até o fundo.

Essa tarefa é fundamental para evitar a formação de manchas ocasionadas por sujeiras ou fungos, além do acúmulo de algas e bactérias que também podem se acoplar ao revestimento, comprometendo a qualidade da água.

Vale lembrar ainda que a escovação requer muito cuidado para não estragar o acabamento da piscina. Qualquer que seja o tipo de revestimento escolhido — fibra, vinil, azulejo etc — é obrigatório utilizar uma escova de cerdas macias, garantindo uma limpeza ao mesmo tempo segura e eficaz. Nunca, jamais, em hipótese alguma, utilize escovas com cerdas metálicas ou palhas de aço nessa tarefa!

4. Aspire a piscina

Aspirar o local é uma das atividades mais complexas quando o assunto é limpeza de piscina. Portanto, se você não tem habilidades de “piscineiro”, o melhor a fazer é deixar a limpeza da área externa a cargo de profissionais especializados.

Geralmente, a aspiração é feita após a ação prévia de um decantador. A utilização (ou não) do decantador vai depender da quantidade de sujeira acumulada, como nas trocas de estação onde a piscina ficou em desuso por muito tempo. O procedimento em si consiste em depositar o decantador na piscina, e, após o tempo de ação do produto, realizar a aspiração.

O tempo de ação do decantador varia conforme as instruções do fabricante, o que costuma ser de, pelo menos, doze horas até que a piscina possa ser aspirada. Passado esse tempo, ligue a mangueira no local de aspiração na lateral da piscina, cuidando para que não forme nenhuma bolha de ar dentro da mangueira.

Nesse momento, dentre os registros de sucção, saiba que apenas o registro de aspiração deve ficar aberto. Quanto aos dispositivos de retorno, pelo menos um deles precisa estar aberto, para que a água aspirada possa retornar normalmente à piscina.

Não se esqueça de que a aspiração precisa ser realizada de forma lenta, de modo que a sujeira decantada não volte a ficar em suspensão na superfície. Redobre a atenção com os cantos — pois é onde a sujeira acumula mais — e evite movimentos bruscos que poderão comprometer todo o trabalho.

Tenha cuidado também na hora de retirar a mangueira do dispositivo de aspiração, já que parte da sujeira pode estar retida dentro dela e acabar caindo acidentalmente na água. Para evitar retrabalho, o ideal é colocar as duas pontas da mangueira para fora da piscina antes de removê-la de dentro da água.

5. Utilize cloradores

A qualidade da água é um pré-requisito para que a piscina ofereça mais segurança e comodidade aos usuários. Nessas horas, os cloradores podem auxiliar (e muito!) na garantia da melhor qualidade possível da água: limpa, cristalina e saudável.

Isso é possível graças às funções básicas de um clorador: controle de pH, da alcalinidade, dosagem de cloro e tratamento físico da água. Essas ações facilitam as tarefas de limpeza de piscina e atestam a segurança da água, assegurando que ela estará sempre pronta para uso a qualquer momento.

A única ressalva é que o uso de cloradores não é indicado para todo tipo de piscina. Eles podem ser utilizados tranquilamente em piscinas de plástico ou inflável.

Por outro lado, especialistas recomendam evitar o uso de clorador flutuante em piscinas de fibra ou vinil. Isso porque, entrando em contato com esses revestimentos, o cloro poderia ocasionar danos irreversíveis ao material, como manchas ou desbotamentos.

Então, na dúvida, sempre consulte um especialista. E lembre-se de que, antes de entrar na água, é preciso retirar o clorador. Basta colocá-lo em um balde com água e, após o uso da área, devolvê-lo à superfície.

6. Cuide do entorno

Por último, mas não menos importante: cuide do entorno da piscina. Afinal, de nada adianta fazer a manutenção e a limpeza correta do item se a área de lazer permanecer suja ou bagunçada. Restos de folhas do quintal e poeira acumulada são exemplos de sujeiras que ficam sobre o deck e podem facilmente cair na água por conta da ação do vento ou da chuva.

Por isso, antes mesmo de começar a limpeza de piscina, concentre-se em limpar o entorno, considerando o tipo de piso em questão para não comprometer o acabamento. Assim, você facilita a tarefa de cuidar da qualidade da água e contribui para manter a sua piscina sempre limpinha e pronta para o uso. Aí é só curtir os dias ensolarados!

E se você ainda não tem uma piscina em casa, mas quer se preparar para o verão, leia nosso post sobre os custos de construção de piscinas e planeje a sua área de lazer!