A área de serviço é um dos espaços mais utilizados da casa, pois ela acondiciona os itens que facilitam a manutenção da residência: vassoura, balde, máquina de lavar roupa e produtos de limpeza são apenas alguns exemplos.

Sendo esse ambiente essencial na rotina do lar, precisamos mantê-lo organizado para que todas as soluções que estão ali possam ser encontradas de maneira fácil e rápida.

Tendo isso em mente, você já reparou que, diferentemente dos imóveis antigos, os atuais estão cada vez menores? Essa tendência exige um senso cada vez maior de organização na área de serviço, que, como os demais cômodos, teve o seu tamanho diminuído.

Quer ver como deixar esse cantinho da sua casa mais arrumado? Então, confira 10 dicas indispensáveis de organização da área de serviço:

1. Setorização dos espaços é essencial

Nossa primeira dica é a determinação de espaços para cada objeto. Nada de deixar as coisas amontoadas em uma gaveta, ok?

Depois que você definir o espaço de cada item, estabeleça setores de sua área de serviço, agrupando utensílios de mesma funcionalidade. 

Produtos de limpeza para um lado, acessórios para o outro! Armários, prateleiras e gavetas podem ser usados para separar cada tipo de produto. Essa ordenação melhora significativamente a sua rotina de manutenção. 

2. Gavetas são ideais para itens pequenos  

A área de serviço quase sempre serve como depósito. Porém, como já vimos, não dá para simplesmente jogar tudo para dentro do cômodo sem uma ordem. Isso é ainda mais importante quando falamos de miudezas, como ferramentas e apetrechos de jardim, por exemplo. 

Esses itens, muitas vezes, acabam espalhados e perdidos pela casa. E nada melhor para armazená-los que ter algumas gavetas na área de serviço.

Quando há espaço em uma bancada, a instalação de gaveteiros fixos facilita a multifuncionalidade do ambiente. E caso o cômodo seja pequeno, você pode comprar gaveteiros móveis, com rodinhas, que facilitam a disposição espacial.

3. Objetos de limpeza não devem ficar fora do armário

Os itens que são usados para a higiene geral da casa, como aspirador de pó, produtos químicos, panos de chão e baldes, devem ser guardados em armários.

Quando à vista e espalhados, além de bagunçarem o espaço, reduzindo a área de circulação, também ficam sujos e empoeirados, o que prejudica a eficiência das limpezas. 

Os armários embutidos são ótimas opções para você guardar a maioria dos objetos com praticidade e sem ocupar muito espaço. 

4. Bancada com tanque traz mais praticidade

Para melhorar a organização da área de serviço e tornar esse espaço mais funcional, é muito bom contar com uma bancada com tanque embutido.

Embaixo dela, você poderá instalar armários para guardar os objetos, como mencionamos na dica anterior. E a bancada pode servir de apoio para separar roupas e demais objetos.

Isso deixa o seu dia a dia mais prático e ainda evita que a atividade de cuidar das roupas seja levada para os demais cômodos da casa, como os quartos, por exemplo.

5. Máquina que lava e seca otimiza a limpeza 

Ter um tanque com bancada já é ótimo. Mas ter uma máquina que lava e seca roupas é algo que ajuda ainda mais a manter a organização da área de serviço.

Esse equipamento permite que você diminua a quantidade de varais, ou, dependendo da eficiência do aparelho, nem precise adquirir um. Afinal, as roupas já saem secas, prontas para serem passadas e guardadas.

Há modelos de máquina que podem ser instalados embaixo da bancada, como se o eletrodoméstico fosse embutido. Esse tipo de alternativa ajuda a economizar espaço e garante uma boa circulação no ambiente.

6. Roupa suja deve ir direto para o cesto 

Nada de atirar roupa suja na bancada do tanque! Na área de serviço, disponibilize, no mínimo, dois cestos para as roupas. Um pode receber as peças úmidas, como toalhas, e o outro, a roupa do dia a dia.

A definição de cada cesto fica a seu critério, porém, é importante saber que colocar tudo junto em um único espaço não é recomendável.

Tenha em mente também que os cestos precisam ter o tamanho necessário para armazenar todas as roupas da sua família. Então, se o número de pessoas na residência for grande, será necessário adquirir um cesto apropriado a essa necessidade.

Por fim, evite cestos que abafam a roupa. Opte por modelos furadinhos, pois, assim, não haverá proliferação de bactérias.

7. Varais devem acompanhar a rotina da casa

Se você não tiver uma máquina lava e seca, é necessário investir em um varal que comporte todas as peças de cada lavada. 

Para que a sua escolha seja inteligente, considere a quantidade de peças, a frequência de lavagem e até mesmo a temperatura e a umidade da área de serviço. Caso o cômodo receba pouco sol, será necessário um varal maior, pois as peças demorarão mais para secar.

Essa preocupação também cabe se você tiver crianças em casa. Em razão do grande número de trocas de roupa dos pequenos, você necessitará de mais lugar para secar. Como alternativa, complemente o varal de teto ou retrátil com um de chão, do tipo desmontável.

Caso lave as roupas várias vezes por semana, em pequenas quantidades, e sua área de serviço receba bastante incidência solar, apenas um varal menor e de chão será o suficiente. 

8. Pilhas de itens pouco usados melhoram o espaço

Potes de plástico e de vidro são ótimos para guardar objetos de qualquer área da casa e, geralmente, ficam armazenados na área de serviço. Mas, assim como os demais objetos, eles não devem ficar atirados pelo cômodo.

Sabendo disso, aqui vai uma dica de ouro: como o uso desses recipientes é essencial, mas não tão frequente, não há problema em empilhá-los, diferentemente dos produtos de limpeza, por exemplo, que precisam ficar sempre à mão. 

Reserve um cantinho daquele armário embutido e ordene as pilhas por tamanhos e tipo de material. Quando precisar, basta você retirar um item por vez. Rápido e sem bagunça. 

9. Sapatos também podem ocupar a área de serviço

Na cultura oriental, os sapatos ficam do lado de fora. Isso acontece, porque os povos do outro lado do mundo acreditam que, assim, o ambiente interno fica mais limpo, uma vez que os calçados sujos não entram em contato com o chão da residência.

Faz sentido, não é? Então, que tal aproveitar um cantinho da área de serviço para instalar uma sapateira?

Além de garantir uma casa livre de sujeiras, a sapateira permite que os calçados recebam ar, e isso evita a proliferação de bactérias que dão início ao chulé.

10. Ganchos são ótimos para organização geral

Além de contar com armários, você também pode pendurar itens, como vassouras e puxa-sacos, em ganchos de paredes para melhorar a organização da área de serviço.

Para isso, abuse dos organizadores verticais. Eles permitem que os objetos fiquem em ordem e dispostos de maneira funcional. A instalação dos ganchos pode ser feita com pegboard ou placa Eucatex.

E aí, você gostou das nossas 10 dicas indispensáveis de organização da área de serviço? Deixe seu comentário e aproveite para compartilhar as suas próprias técnicas de organização com a gente!